carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Rendimento do setor ovino deve se recuperar em 2014 na Europa

postado em 13/12/2013

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A previsão de preços da carne de cordeiro na Irlanda e na União Europeia (UE) para 2014 é otimista. A expectativa é que os rendimentos do setor ovino se recuperem no próximo ano com relação aos baixos níveis de 2013. Falando nessa semana na conferência Teagasc Outlook 2014, Kevin Hanrahan, diretor de pesquisa do Rural Economy Research Centre, mostrou otimismo com relação à previsão do setor de ovinos da Irlanda para 2014.

“A redução das ofertas globais de carne de carneiro e de cordeiro ocorreu devido ao impacto da seca do ano passado na Nova Zelândia e ao processo de reconstrução do rebanho ovino na Austrália. Ambos os países estão reorientando sua estratégia de exportação de carne de cordeiro aos mercados asiáticos”.

Com menores importações e ofertas ainda restritas na UE, os preços da carne de cordeiro deverão aumentar 3% em 2014. “Embora a demanda ainda esteja relativamente fraca, vemos que no lado da oferta a contração está pressionando os preços para cima”.

“A França tem sido nosso mercado mais importante para a carne de cordeiro, mas a economia do país está fraca. Entretanto, novos mercados estão dando um retorno maior, especialmente os do norte da Europa. Estamos recebendo mais valor por tonelada de carne de cordeiro exportada nessas regiões, particularmente na Suécia”.

Do lado da oferta, Hanrahan citou que os preços dos alimentos e dos fertilizantes deverão declinar em 2014. Com menores custos de produção e maiores valores, as margens brutas no meio da estação de 2014 deverão aumentar 22%. “Os rendimentos das fazendas de criação ovina deverão se recuperar em 2014 e um aumento de 25% na renda rural deverá resultar em um rendimento médio de €19.500 (US$ 26.818,9)”.

Avaliando o ano de 2013, Hanrahan disse que os preços no mercado europeu de carne de cordeiro ficaram marginalmente menores que os preços em 2012. “Os preços declinaram nos últimos anos para os produtores de cordeiro”. Ele comentou que os preços estavam 1,5% menores em 2013 do que em 2012 devido ao aumento considerável nas importações de carne de cordeiro pela UE, particularmente da Nova Zelândia, que compensaram os declínios na produção de carne de cordeiro na UE.

A crise no setor de alimentos teve um grande impacto nos custos aos produtores de ovinos. “Os custos de produção para as empresas de carne de cordeiro da Irlanda cresceram bastante em 2013 devido à crise do setor de 2012/13 e os maiores preços dos alimentos concentrados”. Com base nisso, ele estimou que as margens brutas por hectare declinaram em 2013 devido aos maiores custos diretos por hectare e menor valor da produção. “Em 2013, as margens brutas por hectare foram estimadas em €529 (US$ 727,55)”.

“Considerando os movimentos nas margens dos ovinos e o valor relativamente sem mudanças nos pagamentos de subsídios aos produtores de ovinos, estima-se que a renda média de uma fazenda de produção ovina tenha caído 14% em 2013, para aproximadamente €16.000 (US$ 22.005,03)”.

Em 12/12/13 – 1 Euro = US$ 1,37533
0,72703 Euro = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

A reportagem é do http://www.agriland.ie, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Sandra Ramiro

Frei Rogério - Santa Catarina - Produção de ovinos de corte
postado em 17/03/2014

Ola boa noite gostaria de saber qual a perspectivas dos preços da carcaça e o preço vivo do cordeiro para 2014 .  Abraços .... Obrigada.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade