Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Notícias > Mercado

Entidades assinam acordo para criar cadastro rural

postado em 21/12/2012

3 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os ministérios do Planejamento, do Desenvolvimento Social e do Desenvolvimento Agrário juntamente com o Banco do Brasil e vários governos estaduais e entidades de classe assinaram acordo de cooperação técnica com o Ministério do Meio Ambiente para implementação do Cadastro Ambiental Rural (CAR), que está previsto no novo Código Florestal.

Além da Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) e Organização das Cooperativas Brasileira (OCB), assinaram o acordo os governos de Amapá, Alagoas, Paraíba, Roraima, Maranhão e Tocantins. No total, 18 Estados já assinaram termos de cooperação para acelerar o processo de regularização dos imóveis rurais. Rio de Janeiro foi o primeiro, em agosto, e mais 11 em novembro: Amazonas, Acre, Rondônia, Goiás, Mato Grosso do Sul, Piauí, Paraná, Sergipe, Ceará, Espírito Santo e Rio Grande do Sul.

A ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, afirmou durante o evento de assinatura de 14 acordos de cooperação técnica, que a iniciativa é essencial para identificar e registrar cada um dos 5,4 milhões de imóveis rurais brasileiros, até o final de 2014. "Na realidade o que nós fizemos aqui foi mais um passo a favor da consolidação do CAR, e as parcerias com esses órgãos são fundamentais para o processo ganhar escala", disse a ministra, em solenidade que contou também com participação do ministro do Desenvolvimento Agrário, Pepe Vargas.

O presidente da Comissão Nacional de Meio Ambiente da Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Gilman Viana Rodrigues, que participou da solenidade, defendeu a regularização ambiental das propriedades rurais e afirmou que a CNA vai colaborar nesse processo, difundindo conhecimento sobre técnicas de recuperação.

A matéria é da Agência Estado, adaptada pela Equipe AgriPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Celso Vieira Junior

HELIODORA - Minas Gerais - Produção de café - SENAR MINAS
postado em 25/12/2012

Alguém aí tem noticia se MINAS GERAIS vai assinar  este acordo de Cooperação Técnica???

Flavio Schirmann

Formigueiro - Rio Grande do Sul - Ovinos/Caprinos
postado em 26/12/2012

Quem irá pagar o custo do processo? Os produtores já estão descaptalizados por produzir comida, por preços abaixo do custo de produção. Que faremos então? Uma alternativa é investir no meio urbano que não tem nenhuma restriçao ambiental! VEJA COMO A ADMINISTRAÇÃO PÚBLICA TRATA OS RECURSOS NATURAIS SOB SUA RESPONSABILIDADE!

RONALDO CARVALHO SANTOS

Curitiba - Paraná - Mídia especializada/imprensa
postado em 26/12/2012

Tantas Ministras, quantos Ministros, Governadores ,Comissões, Confederações etc...


Quanto tempo e dinheiro para criar um Cadastro que já deveria existir e, deveria ser executado pelo MAPA. Se esvaem os recursos que fazem falta em Educação, Saúde e Segurança. Façamos um exercício para entender  a utilidade financeira nominativa do uso destes recursos!!!!!!!

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade