Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Alta oferta da Nova Zelândia direciona exportações em 2013

postado em 15/01/2014

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Apoiado por um ano de grande produção, como resultado dos abates induzidos pela seca nos primeiros seis meses do ano, as exportações totais de carne de cordeiro da Nova Zelândia em 2013 alcançaram 307.918 toneladas, 10% ou 28.000 toneladas a mais que em 2012 – sendo o ano de maior exportação desde 2008. Completando o ano houve uma redução de 9% com relação ao ano anterior nas exportações de dezembro, que foram de 22.806 toneladas, com os envios para os principais destinos caindo com relação ao mesmo período do ano anterior.

As exportações à União Europeia (UE), maior mercado da Nova Zelândia, totalizaram 123.344 toneladas em 2013, 6% a mais ou quase 7.000 toneladas em 2012, apoiada por um aumento de 12% nos envios ao Reino Unido, de 64.315 toneladas.

Apesar de as vendas em dezembro terem caindo em 49% com relação ao ano anterior, a demanda robusta por carne ovina da China durante o ano viram as exportações totais de carne de cordeiro alcançarem um recorde de 89.558 toneladas, 52% a mais que em 2012 – ultrapassando o recorde anterior em 2013 em mais de 30.000 toneladas.

As exportações totais de carne de cordeiro aos Estados Unidos se recuperaram com relação ao menor valor em 14 anos em 2012, para 18.181 toneladas em 2013, apoiadas por um aumento de 21% nos envios durante dezembro, de 1.483 toneladas.

Em contraste, as exportações totais ao Oriente Médio em 2013 caíram em 28% com relação a 2012, para 25.240 toneladas, em parte devido à queda de 38% nas exportações em dezembro com relação ao ano anterior, em 1.629 toneladas.

Fortalecida pelas maiores exportações de carne de carneiro já registradas em dezembro, de 11.285 toneladas, as exportações de carne de carneiro em 2013 alcançaram 86.660 toneladas, 29% maiores do que em 2012 e o maior nível desde 2008. Os envios à China dominaram o comércio, aumentaram em quase três vezes com relação ao ano anterior e representaram 57% do total das exportações de carne de carneiro em 2013, com os envios a todos os outros principais mercados caindo com relação ao ano anterior.

A reportagem é do Meat and Livestock Australia (MLA), adaptadas pelo FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade