carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

25º cotação mensal do preço do cordeiro: kg/carcaça e arroba

postado em 16/08/2013

9 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O FarmPoint está realizando a cotação mensal do preço do cordeiro desde janeiro de 2011. A princípio, o projeto visava apresentar aos leitores a cotação do preço do kg/vivo praticado nos estados brasileiros. Desde junho de 2013, o FarmPoint passou a divulgar a cotação dos preços do kg/carcaça e da arroba, pois acredita que esses índices serão melhor utilizados pelos produtores e pela indústria ovina brasileira. Além disso, frisamos que esses valores são referentes ao mercado formal de carne ovina.

Esse conteúdo é inédito e a tendência é coletarmos dados de estados que ainda não estão na nossa pesquisa. Para a elaboração desse projeto, realizamos um levantamento e entramos em contato com frigoríficos e produtores de carne de várias praças (associações, cooperativas e produtores que possuem uma marca de comercialização de carne) e órgãos estaduais que realizam cotações regionais de carne de cordeiro.

Tabela 1 – Média do preço do kg/carcaça e da arroba do cordeiro cotados em 10 estados do Brasil.



*Fonte: Formulário de Cotação do FarmPoint, Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), Emater/RS, Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário (Seagro), Centro de Abastecimento Alimentar de Pernambuco (Ceasa), Informativo Semanal do Preço do Cordeiro - UNICETEX/FZEA/USP, frigoríficos dos estados participantes, cooperativas, associações e produtores de ovinos. PS: cotação realizada entre os dias 25/07 a 12/08.

Informações extras

De acordo com a Emater/RS, os rebanhos dos ovinocultores em geral ainda estão na fase de nascimento de cordeiros, apresentando elevado percentual de parição, que deve estender-se até o final do mês de setembro na maioria das regiões produtoras de ovinos do Estado. As condições climáticas do período, marcado pela presença de chuvas acompanhadas de baixas temperaturas, em algumas situações podem causar hipotermia (redução brusca da temperatura corporal) no momento do nascimento dos cordeiros levando a morte dos animais. Até o momento é considerada baixa a mortalidade de cordeiros na maioria das regiões. Outra providência que os ovinocultores, especialmente aqueles das regiões mais frias do Estado, estão aderindo é o chamado parto assistido, que consiste no recolhimento dos animais ao final do dia para as mangueiras ou proximidade das sedes das propriedades, reduzindo o número de mortes dos cordeiros por predadores naturais ao nascer. Para a época esta sendo recomendado o manejo de limpeza de úbere e entre pernas, esquilas pré-parto e vacinação contra clostridioses. Neste período de aumento da umidade e da limitação na oferta de forragem vem ocorrendo algumas mortes de animais por elevada infestação de vermes e/ou aumento ocorrência de manqueira, sem maior relevância no contexto geral da ovinocultura gaúcha.

Quer ser um informante de mercado? Quer dar alguma sugestão? Envie um email para: contato@farmpoint.com.br e contribua com esse projeto!

Raquel Maria Cury Rodrigues, Equipe FarmPoint



 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

NGP

Oleo - São Paulo - Produção de ovinos de corte
postado em 19/08/2013

Por favor não entendo muito bem , como faço para saber quanto está o preço do peso vivo do cordeiro?

Kg/ carcaça o que é?

arroba quanto é do cordeiro?

grata
Roseli NGP

Adão Raimundo da Cunha

OUTRA - OUTRO - OUTRA
postado em 19/08/2013

Aqui em São Fékix do Piauí, o kilo custa 13,00, mas nós ainda não "apredenos a criar" caprinos e ovinos.

paulo duarte do valle filho

Presidente Prudente - São Paulo - Produção de ovinos
postado em 19/08/2013

Raquel, parabens pelo seu trabalho junto ao Farmpoint

luciano novaes de caravlho

Salvador - Bahia - Médico Veterinário
postado em 19/08/2013

MUITO BOA ESSA FERRAMENTA!!! EM BREVE VOU CONTRIBUIR...OK
PARABENS!

jean stenio de freitas

São José do Rio Preto - São Paulo - Produtor Rural
postado em 19/08/2013

Olá pessoal do Farmpoint.
Outro dia assisti no Globo Rural uma doença que atacou uma criação de ovinos, ou seja, a língua azul. Fiquei com muita dó do proprietário dos animais, que havia investido mais de 150.000 na criação e quase 200.000 em um laticínio, pois, sua intenção era ordenhar as ovelhas.
Mas o que mais me deixou triste foi saber que existe uma vacina para essa doença,porém, brasileira, e escutar do Ministério da  Agricultura que não poderá importá-la, porque não se trata de epidemia.
Pois bem.
Gostaria de contar com o apoio da  Farmpoit, para conseguir a impostação dessa vacina para a língua azul, nem que para isso seja necessário Ação na Justiça.
Att. Jean

ricardo alex costalonga nicoli

Resplendor - Minas Gerais - Produtor Rural
postado em 19/08/2013

Gostaria que alguem me informasse qual os medicamentos que devo fazer em meus animais ou seja quais as vacinas que tenho que dar, e com qual   a idade que se apartar para colocar no confinamento, obrigado

José Elias Felipe de Lima

Palmares - Pernambuco - Técnico
postado em 19/08/2013

infelismente na cidade de Palmares, não se aplica esse preço

silvio rodrigues

Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Produção de ovinos de corte
postado em 20/09/2013

ola
na cidade de porto alegre ouregiao necessito de telefones de abatedouros de ovinos
agradeço

GENEZ MOURA

Teresina - Piauí - Consultoria/extensão rural
postado em 20/10/2013

Caro Adão Raimundo da Cunha, solicite atrávés de sua associação de criadores ou Prefeitura municipal de São Felix o curso de Manejo de Ovinos e Caprinos do SENAR, é gratuito e bastante esclarecedor. O Curso ensina e prepara o produtor para obter sucesso na criação.  Contato pelo telefone (86) 3221-6666/2400/1120 .

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade