Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Cadeia Produtiva > Entrevistas

Especial Associações: Sérgio Barbieri, da ACODOPE

postado em 21/10/2010

2 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

No Especial Associações desta semana, o FarmPoint entrevistou Sérgio Barbieri, presidente da ACODOPE (Associação dos Criadores de Ovinos de Dom Pedrito). O Especial Associações é uma iniciativa do FarmPoint que visa conhecer o trabalho e o que as associações de ovinos e caprinos brasileiras vêm fazendo para fortalecer a atividade.

FarmPoint - Qual é o histórico da ACODOPE e quais são os principais objetivos?

Sérgio - A ovinocultura está dentre as atividades agropecuárias de maior tradição na Região Campanha do Rio Grande do Sul, ocupando a posição de maior rebanho ovino brasileiro, em número de cabeças durante várias décadas. A partir da década de 80 o rebanho ovino começou a diminuir consideravelmente em virtude da crise da lã, até então o carro chefe da atividade e por outros fatores, como o abigeato, problema antigo e permanente.

Nos últimos anos o rebanho do município (Dom Pedrito) estabilizou-se ao redor de 150.000 animais, enquanto a ovinocultura cresce no território brasileiro. Em virtude desta situação, a partir de 2005 a Secretaria Municipal da Agricultura (SMAPIC) iniciou o fomento da atividade, reunindo produtores e entidades ligadas ao setor pecuário, com o objetivo de identificar os principais problemas enfrentados pelos produtores e demandas do setor. Produtores, técnicos e instituições definiram que as prioridades seriam comercialização de animais, comercialização de lã, capacitação da mão de obra, capacitação dos produtores, associativismo e orientações técnicas.

Então, em 2007, foi fundada a Associação dos Criadores de Ovinos de Dom Pedrito (ACODOPE) visando fortalecer o setor e trabalhar em prol de seus associados e da ovinocultura em geral, sem distinguir raças.

FarmPoint - O que vem sendo feito hoje para fortalecer a atividade?

Sérgio - Juntamente com uma diretoria e entidades parceiras, a associação fomenta a atividade através de programas, onde destacamos o incentivo para a produção de cordeiros para abate, produto bastante valorizado no mercado brasileiro e excelente alternativa para a ovinocultura.

FarmPoint - Quais são as parcerias da associação?

Sérgio - A ACODOPE, juntamente com a Emater e a Prefeitura, desenvolve um programa pioneiro de comercialização conjunta de animais através da organização de planilhas de abate por região, propiciando aos produtores formarem cargas em conjunto e assim o fornecimento de animais ao mercado consumidor o ano inteiro, com maior constância possível. A ACODOPE também busca mercados, através de seu setor de comercialização, para as demais categorias que têm maiores dificuldades de venda, como ovelhas de descarte e capões.

O trabalho é desenvolvido com apoio da Secretaria Municipal da Agricultura, Inspetoria Veterinária e EMATER, que através de seus técnicos, orientam e capacitam os produtores, organizando e revisando os rebanhos por regiões no município, oportunizando que qualquer produtor (pequeno, médio ou grande) tenha condições de comercializar seus animais pelos melhores preços de mercado.

O trabalho em prol da ovinocultura em Dom Pedrito vai além, oportunizando que os produtores participem de eventos regionais, tenham acesso às informações e pesquisas através da UNIPAMPA, que também oferece exame parasitológico pela contagem de OPG. A organização de eventos durante a Farm Show (avaliação de animais, concurso de carcaças de cordeiros, concursos de culinária ovina, apresentação de trabalhos) e durante a Feira de Ovinos (avaliação de animais, orientação para compra de reprodutores, concurso de carcaças de cordeiros, concurso de churrasco, organização e transporte de animais para os produtores, demonstrativos práticos) são trabalhos também realizados pela Secretaria Municipal da Agricultura (SMAPIC) e Associação dos Criadores de Ovinos de Dom Pedrito (ACODOPE).

FarmPoint - Qual o sistema de produção mais utilizado pelos ovinocultores da região?

Sérgio - Segundo Nilo Antonio de Souza Xavier, médico veterinário da Secretaria Municipal da Agricultura, os produtores estão se adaptando à nova alternativa que a ovinocultura propicia para a região, através da criação semi-intensiva de ovinos em consorciação com outras atividades como arroz e fruticultura, com manejos alternativos como o uso de cerca elétrica, mas que visam também, além da produção de lã, a comercialização de cordeiros para o abate, como incremento a renda da propriedade.

Confira todas as entrevistas do Especial Associações

Especial Associações: Paulo Schwab da Associação Brasileira dos Criadores de Ovinos (ARCO)

Especial Associações: Aryzone Mendes de Araújo da Associação dos Caprinocultores do Paraná (Capripar)

Especial Associações: Wallace Scott da Associação Paulista dos Criadores de Caprinos (Capripaulo)

Especial Associações: Eduardo Amato da Associação Brasileira de Criadores de Ovinos Naturalmente Coloridos (ABCONC)

Especial Associações: Carlos Ely Garcia Jr. da Associação Brasileira de Criadores de Ile de France

Especial Associações: Andre Luis Cordeiro, da ACEMA

Especial Associações: Associação de Caprino-ovinocultores da Região de Piracicaba

Especial Associações: Conrado Ernesto Rickli da OVINOPAR

Especial Associações: Luciano Piovesan Leme da NUCCORTE

Especial Associações: Arnaldo Dantas da ASCCO

Especial Associações: Alexandre Toloi, do N.O.B.R.E

Especial Associações: Aurora Gouveia, da Caprileite/ACCOMIG

Especial Associações: Jair Menezes, da APCO

Especial Associações: Arnaldo dos Santos Vieira Filho, da ASPACO

Você participa ou conhece algum núcleo ou associação de ovinos e caprinos? Participe do Especial Associações entrando em contato pelo box abaixo:

Equipe FarmPoint

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

Paulo Dalmaso

Dom Pedrito - Rio Grande do Sul - Produção de gado de corte
postado em 10/11/2010

Graças ao pionerismo de pessoas como o Sergio Barbieri é que acontecem transformaçoes regionais, pequenas praticas, como uma simples planilha oferecida pela associação junto com tecnicos das instituições parceiras como Emater, secretaria da agricultura e inspetoria veterinaria, com um pouco de disciplina em dois anos transforma um rebanho mediocre em um campeão de carcaça, basta para tanto que o produtor - defina o seu negócio - se torne afeito a mudanças e simplesmente siga as orientações tecnicas. Mais ainda participe de alguma forma das instituições locais e isto dará suporte para que pessoas do perfil do Sergio Barbieri não desistam! Parabéns a esse abnegado que chamou a atençao da região para o negócio ovino!

Sérgio Murillo Freire Barbieri

Dom Pedrito - Rio Grande do Sul - Produção de ovinos de corte
postado em 17/11/2010

Amigo Paulo Dalmaso, obrigado pelos elogios, mas o que hoje é uma realidade é graças também ao teu esforço, que juntos conseguimos mostrar uma ovinocultura altamente sustentável, continuemos na luta, muito ainda temos a fazer, grande abraço

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade