Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Cadeia Produtiva > Espaço Aberto

13 de maio - dia do Zootecnista

Por Arlindo saran Netto
postado em 13/05/2010

6 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

No dia 13 de maio comemora-se o dia do Zootecnista. Apesar da Zootecnia ser um ramo de conhecimento que surgiu na França em 1848, no Brasil o primeiro curso universitário foi fundado em 1966, pela Pontifícia Universidade Católica (PUC) em Uruguaiana, no Rio Grande do Sul. Transcorreram-se 44 anos a partir da criação do primeiro curso de Zootecnia, muitas empresas do setor agropecuário ainda são desinformadas sobre as vantagens de se contratar profissionais com esta formação. Além disso, os Zootecnistas sofrem concorrência de agrônomos e principalmente de veterinários por não possuírem um conselho próprio que defenda os interesses da classe e uma legislação exclusiva que estabeleça os limites das atividades, nas áreas em que o Zootecnista pode atuar.

O mercado para a Zootecnia tem se expandido em todas as regiões brasileiras, no norte e centro-oeste ocorre grande expansão, pois são fronteiras agrícolas e o agronegócio predomina economicamente, nas regiões sul e sudeste tem crescido a necessidade de profissionais com especialização ou pós-graduação, porque são regiões com maior concorrência.

O Zootecnista pode atuar nos setores de nutrição e alimentação animal, melhoramento genético, criação de animais de diferentes espécies, sistemas de produção de rebanhos para utilização na indústria alimentícia, nos setores que envolvem biotecnologias, no planejamento e administração de empresas voltadas para o agronegócio, na preservação de espécies silvestres, entre outras. Para exercer a função de Zootecnista, é necessário o diploma do curso superior em Zootecnia, sendo a profissão fiscalizada pelo Conselho Regional de Medicina Veterinária, onde o Zootecnista deve registrar-se.

A profissão foi regulamentada em 4 de dezembro de 1968 pela lei federal nº 5.550, mas segundo esta lei, podem exercer a Zootecnia o graduado em Medicina Veterinária ou Agronomia, conforme transcrito no Art. 2º. Não defendo a opinião de legislação protecionista para profissões, mas desde que o critério seja usado para todas as profissões, sou a favor da liberdade de atuação em função da capacidade e competência de cada profissional.

Como temos observado, a Zootecnia vem crescendo a cada ano e muitos profissionais vêm se destacando no mercado de trabalho, mostrando que a tão falada profissão do futuro, passa a ser a profissão do presente, em função da grande expansão do setor agropecuário e dos resultados técnicos, econômicos e financeiros das empresas voltadas para o agronegócio, que possuem forte atuação de Zootecnistas.

Portanto, podemos considerar que a profissão de Zootecnista já se encontra fundamentada e consolidada, mas ainda falta uma legislação específica e um conselho próprio em defesa dessa classe, uma vez que existe para as demais. Se observarmos o site do Conselho Federal de Medicina Veterinária (CFMV), não encontramos o histórico da profissão, nem mesmo o significado do símbolo, estes detalhes nos fazem perceber que embora participemos de um mesmo conselho, e colaboramos com as mesmas anuidades, as profissões são tratadas de maneira distintas.

Finalizando, gostaria de parabenizar todos os Zootecnistas pelo nosso dia e solicitar o empenho da classe para que o projeto de lei PL 2824/08, que está tramitando no Congresso Nacional, seja aprovado e venha nos permitir direitos exclusivos de atuação, como fornecidos a Médicos Veterinários e Agrônomos, uma vez que a lei 5.550/68, quando foi aprovada, permitiu temporariamente que Agrônomos e Veterinários exercessem as funções de Zootecnistas, até que houvesse número suficiente de profissionais Zootecnistas, e até hoje a lei não foi corrigida.

Saiba mais sobre o autor desse conteúdo

Arlindo saran Netto    casa branca - São Paulo

Estudante

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

armando menezes aguiar

Jaboatão dos Guararapes - Pernambuco - Varejo
postado em 13/05/2010

Com certeza temos que lutar no congresso nacional para que o projeto de lei 2824/08 seja aprovado o mais rapido possivel,não se trata de medida protecionista e sim de JUSTIÇA par esta classe.
att:
Armando Mnrzes Aguiar
zootecnista pós graduado pela UFRPE.

Breno Augusto de Oliveira

Alto Araguaia - Mato Grosso - Consultoria/extensão rural
postado em 14/05/2010

Parabéns pelo texto acima, muito oportuno.
Também gostaria de salientar que as inovações e descobertas em Zootecnia (exs. etologia, animais silvestres e outros) também são divididas com demais ciência agrárias que possuem conselhos efetivos e protecionistas.

ROMULO MESSIAS DIOGENES LIMA

Fortaleza - Ceará - Consultoria/extensão rural
postado em 17/05/2010

Se nos atentarmos à história podemos notar que os profissionais do passado eram "plurifuncionais" exerciam ao mesmo tempo medicina, astronomia, matemática, artes, música. Porém, vivemos numa época em que se necessita de profissionais cada vez mais especializados para cada área. Quando se necessita de um médico, existe um especialista para cada segmento (cardiologista, dermatologista, neurologista, etc). Enfim, para uma única espécie se requer o máximo de atenção e cuidados afim de que menos erros sejam cometidos e curas sejam mais constantes. Logo em todos os setores se busca esse aperfeiçoamento afim de um crescimento acompanhado de desenvolvimento sustentável. Porém, o que se observa é uma disputa (de veterinários (saúde animal) e agronômos (agricultura)) para exercerem a zootecnia. Se não estão satisfeitos com suas profissões então porque não cursaram Zootecnia?

Parabéns a todos os Zootecnistas. Espero que esse 13 de maio realmente chegue como libertação para esse profissionais!

Wendell José de Lima Melo

Campina Grande - Paraiba - Estudante
postado em 18/05/2010

Parebéns Zootecnista Arlindo,

Seu texto é muito oportuno e realista, fala resumidamente em nossas potencialidades e nossos gargalos.

Saudações Zootécnicas,

Wendell Lima

Artur Pinheiro

Guarapari - Espírito Santo - Produção de gado de corte
postado em 19/05/2010

Parabéns a todos!!!

Grande abraço

SIDNEI TAVARES

Santa Maria - Rio Grande do Sul - Estudante
postado em 23/05/2010

Parabéns aos zootecnistas e pelas palavras bem colocadas!!

justiça e igualdade a todos!!!!

pergunta:
por que na legislação está definido que podem atuar como zootecnista, além do próprio zootecnista, o médico veterinário e o agronomo? sendo que em suas respectivas legislações não consta que o zootecnista pode atuar também?
no mínimo sarcástico!!
deve ser por isso que há tanta resistência a aprovação do projeto de lei 2824/08

saudações de um futuro zootecnista!!!

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade