Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Cadeia Produtiva > Especiais

11ª Cotação Mensal do Preço do Cordeiro: confira o preço em 11 estados brasileiros

postado em 29/11/2011

13 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Desde janeiro deste ano, o FarmPoint está realizando a cotação mensal do preço do cordeiro. O objetivo inicial é coletar informações com agentes de mercado de alguns Estados, de modo a estabelecer um entendimento claro de como está funcionando a ovinocultura e futuramente, elaborar artigos com análises e tendências. Este conteúdo é inédito, as perspectivas são de crescimento e uma das metas é coletar informações de outros Estados que ainda não estão incluídos na nossa pesquisa. Esta é a 11ª Cotação Mensal do Preço do Cordeiro realizada pelo FarmPoint.

Para a elaboração deste projeto, realizamos um levantamento e entramos em contato com frigoríficos e produtores de carne de várias praças (associações, cooperativas e produtores que possuem uma marca de comercialização de carne) e órgãos estaduais que realizam cotações regionais de carne de cordeiro.

No início do ano, o FarmPoint também lançou um formulário (clique aqui) para aumentar a rede de informantes, captar as tendências de mercado dos estados brasileiros e levar informações relevantes ao leitores. Este formulário permanecerá em aberto e também será utilizado para as próximas cotações.

Tabela 1 - 11ª Cotação Mensal do Preço do Cordeiro - novembro de 2011.



*Fonte: Formulário de Cotação do FarmPoint, Secretaria da Agricultura, Irrigação e Reforma Agrária (Seagri), Emater/RS, Secretaria da Agricultura, da Pecuária e do Desenvolvimento Agrário (Seagro), Centro de Abastecimento Alimentar de Pernambuco (Ceasa), Informativo Semanal do Preço do Cordeiro - UNICETEX/FZEA/USP, frigoríficos dos estados participantes, cooperativas, associações e produtores de ovinos. PS: cotação realizada entre os dias 27 a 29 de novembro de 2011.

Comentários dos informantes de mercado

Um informante do Mato Grosso comentou que está praticando a venda do quilo vivo pelo preço de R$ 3,00. "Este preço poderia ser melhor se não tivéssemos que carregar estes animais no MT e abatê-los no Estado de São Paulo. Atualmente estamos enviando duas cargas mensais de cordeiro em pé pra lá. Em breve, nossa indústria estará pronta e temos certeza que este preço subirá".

Um informante do Rio Grande do Sul citou que acabou a entressafra de cordeiro, mas o consumo continua em alta, por isso os preços continuam aquecidos.

Equipe FarmPoint

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

luciano olivi monari

Adamantina - São Paulo - Produção de caprinos de corte
postado em 29/11/2011

adamantina interior de sao paulo e vendido a doze reais o kl abatido

Luis Gustavo Castro Alves

Londrina - Paraná - Pesquisa/ensino
postado em 29/11/2011

No momento em que se discutem as diretrizes na eficiência e produção do cordeiro a de se voltar os olhos  aos produtores dos estados do Maranhão e Pernambuco,por conseguirem venderem a um preço adequado ao mercado consumidor,quando comparado as demais praças,ou seja, lá o cordeiro deve ter um 'gosto bem peculiar'.
'A cadeia sempre rebenta no elo mais fraco,ou seja,no produtor.'

Marilei Schoeler

Cascavel - Paraná - Produção de ovinos
postado em 01/12/2011

Quanto ao preço da carne de cordeiro, nós produtores é que devemos fazer o preço. Devemos mostrar  a qualidade do nosso produto e compararmos com a carne bovina. Nas redes de supermercado um kg de contrafilet é vendido a R$ 18,00 enquanto a carne de carneiro é vendido a R$ 14,00.Não podemos vender a menos de R$ 8,00 por kg vivo.
  

luciano olivi monari

Adamantina - São Paulo - Produção de caprinos de corte
postado em 01/12/2011

o preco do kl do cordeiro sempre foi comparado com o da alcatra bovina

Tiago Schultz

Mafra - Santa Catarina - Produção de ovinos de corte
postado em 02/12/2011

Mafra sc- O preço esta R$ 6,00 reais o Kg/vivo, A intençao é chegar aos preços do Maranhao e Pernanbuco!

Ademar Rosário de Leon

Piratini - Rio Grande do Sul - Produção de ovinos
postado em 13/12/2011

o preço de cordeiro mamão na faixa R$4,00 é muito pouco, estou reduzindo a quantidade de matrizes.

Tiago Schultz

Mafra - Santa Catarina - Produção de ovinos de corte
postado em 14/12/2011

Tem matriz pra vender? hehe

Nelson Carneiro da Cunha Moreira

Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Mídia especializada
postado em 15/12/2011

Há dois anos, quado o kg vivo do cordeiro no RS estava R$ 2,50 e os produtores reclamavam que não valia a pena porque não era rentável, o ARCO Jornal fez um levantamento entre produtores para saber quanto custava produzir um kg de cordeiro. De 10 consultados, apenas um disse que sabia pois fazia o acompanhamento dos seus custos e, mesmo assim, estava contente com o resultado. Hoje, no RS, o valor gira entre R$ 4,00 a R$ 4,50 e, segundo informações obtidas pela redação, não se oferece mais carne ovina nas fazendas para consumo díário e sim, bovina. Só carneiam ovino quando tem visita. Esta mudança de valor pago ao criador, tem proporcionado uma visão diferente sobre o negócio ovino, mostrando que é rentável, desde que se faça conta para saber realmente como ganhar dinheiro nesta atividade.
Em todo o sistema produtivo sempre foi difícil para quem está na produção, estabelecer o preço do seu produto, até porque, falta unidade entre os produtores na hora de comercializar. Não fazem venda em bloco para ganhar mais. Cada um vende por sua conta. Neste sentido é interessante a experiência de grupos produtores no RS que ao final do ano fazem rodada de negócio com os compradores e fecham acordo com aquele que oferece não só um bom preço, mas condições de compra e assistência ao produtor. O fato é que esta nova realidade de preço está trazendo animo aos criadores, melhorando a autoestima e permitindo pensar em investimentos numa atividade que estava relagada ao quarto plano dentro da propriedade. Tomara que este cenário permaneça por muitos anos.  

Marcio

Jacuizinho - Rio Grande do Sul - Produção de ovinos
postado em 15/12/2011

A cadeia produtiva de ovinos esta mudando e o paladar do consumidor também, o consumidor esta aprendendo a consumir carne ovina de qualidade, de animais de raça carniceira, com ótima qualidade de carne, sabor suave, o preço esta ótimo para os produtores que tem raça definida e que ofertam lotes padronizados de cordeiros,  o mercado tem pago acima de R$7,00 Kg/vivo, mas para animais de raça para carne.

luciano olivi monari

Adamantina - São Paulo - Produção de caprinos de corte
postado em 16/12/2011

parabens marcio temos que trabalhar com animais de qualidade e assim exigirmos valor agregado ao nosso produto ,quanto ao amigo nelsom carneiro produzir cordeiros hoje realmente nos deixa boa margem de lucro.

Edgar Rodrigues

Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Produção de ovinos
postado em 21/09/2012

Pela primeira vez estou participando com vocêis dessa cadeia produtiva, sou de Mato Grosso do Sul. Estou criando um pouco de Santa Inês, Texel e o RSD (sem raça definida), desenvolvido pelo CTO (Centro Tecnologico de Ovinos), projeto desenvolvido pelo Governo do Estado com a Universitade do Pantanal (Anhanguera). Ainda estou indeciso que raça devo criar definitivamente para ter uma produção satisfatória, conto com a opinião de vocêis!!.
Edgar Rodrigues
Campo Grande/Rochedo - MS

sergio luiz souza nogueira

São Paulo - São Paulo - Produção de ovinos de corte
postado em 19/02/2014

boa noite sou iniciante quem puder me ajudar, tenho 2000 matrizes, enão sei aonde abater os cordeiros, por favor me ajudem, obrigado

ROSIVAL JOSE CARNEIRO

Piraí do Sul - Paraná - Instituições governamentais
postado em 05/03/2014

Edgard.
Tenho uma pequena propriedade no municipio de Piraí do Sul -Parana no Bairro da Lança, desde 2007, tenho somente quarenta matrizes, entre elas Santa Inês, texel, para cruzameto tenho Dorset puro> A produção de borregos tem sido satisfatoria.

Rosival Jose Carneiro
Lança Pirai do Sul-PR

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário

Copyright © 2000 - 2014 AgriPoint Consultoria Ltda. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade