Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Érique Pedro da S. Costa, Zootecnista, assistente na gerência do SEAGRI/RO e gerente da Fazenda Santa Cruz

postado em 08/10/2010

4 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Érique Pedro da S. Costa

Érique Pedro da S. Costa é zootecnista e assistente na gerência do SEAGRI/RO. Também gerência a Fazenda Santa Cruz e acompanha diversos projetos em todo o estado na produção de pescado e ruminantes.


Breve descrição pessoal

Érique Pedro da S. Costa, Zootecnista. Comecei como estagiário na Fazenda Santa Cruz em Porto Velho/RO, e antes da graduação já ocupava o cargo de gerente, onde desenvolvia trabalhos em bovinocultura de corte (gado Nelore), forragicultura, ovinocultura de corte, piscicultura e criação de quelônios. Posteriormente, também antes da graduação, devido ao trabalho que vinha realizando dentro da propriedade, fui convidado a trabalhar no projeto "Pirarucu de Rondônia", na Secretaria de Estado da Agricultura, Pecuária e Regularização Fundiária do Estado de Rondônia (SEAGRI/RO), como assistente na gerência de Aquicultura e Pesca. Hoje, acompanho diversos projetos em todo o Estado, além da Fazenda Santa Cruz, na produção de pescado e ruminantes.

Atuação profissional

Fazenda Santa Cruz, em Porto Velho/RO, que produz: gado de corte, ovinos, peixes e quelônios.

SEAGRI/RO: gerência de aquicultura e pesca, onde desenvolvemos trabalhos para o desenvolvimento da cadeia produtiva do pirarucu e do pintado, principalmente. Outro foco da SEAGRI é a comercialização, especialmente na problemática que hoje se encontra o tambaqui.

Qual é a sua maior realização?

Creio que por ser jovem, graduado a pouco tempo (apesar de trabalhar a área a algum tempo) ainda não "finalizei" minha maior realização. Mas acredito que esteja fazendo parte de importantes processos no Estado, com sistemas de baixo custo e adaptados à realidade climática amazônica, tanto na ovinocultura - onde participo direta e ativamente no setor produtivo e agora também estou encabeçando com minha sócia, também zootecnista, uma iniciativa de indústria para ovinos, caprinos e suínos em Porto Velho - quanto na piscicultura, onde estamos colhendo os primeiros resultados com esse peixe fantástico que é o pirarucu (Guardem esse nome. Provem o sabor!). Também estamos buscando sistemas de produção integrados, com utilização de esterco ovino (após compostagem) para produção de biomassa (peixes forrageiros) para alimentação do pirarucu (peixe carnívoro), onde ao final do ciclo o tanque é secado para medidas profiláticas e essa água é utilizada para a fertirrigação de capim elefante (alta produtividade/ha), que é utilizado para alimentar os ovinos, onde o esterco volta para o sistema de produção. Sem efluentes, sem resíduos = SUSTENTABILIDADE !

O que está melhorando no setor

Buscando sempre a sustentabilidade, com sistemas de baixo custo, com minimização de efluentes/resíduos e principalmente: produção intensiva somente com mercado garantido, ou seja, contrato de compra. Nas palestras realizadas de norte a sul no Estado, através da SEAGRI, é interessante observar a fisionomia dos produtores quando eu e meu gerente mostramos fotos PRÓPRIAS de animais e seu diferencial quando buscamos qualidade, através de cruzamentos e alimentação principalmente, tanto para ovinos quanto peixes. Assim eles enxergam que é realmente possível produzir aqui, que já existe, que tem gente fazendo. Isso é muito legal. Sempre demoramos mais nos debates pós-palestra que na própria apresentação, pois apesar de serem pessoas simples e geralmente acanhadas, eles perguntam sobre tudo, absolutamente tudo do que estamos fazendo.

O que acha que falta no setor

Modelos de produção. Propriedades modelo. Projetos modelo. Acesso ao modelo. Pesquisadores recebem salários altíssimos (federais, especialmente), ONGs, associações e outros (que me recuso a falar) captam recursos a fundo perdido e pouco mostram. As ações ainda são pontuais. Essa iniciativa DEVE ser do poder público, nunca do privado, afinal o povo paga, e caro, por essas soluções.

Qual personalidade admira no setor?

Creio que não seja uma personalidade, mas uma classe: os pequenos produtores rurais. Esses caras são os maiores cientistas do mundo. Testam de tudo um pouco. Depois, com os erros desses pequenos, os grandes aprendem e fazem "certo".

Qual empresa admira no setor?

Não é Embrapa, muito menos Sebrae, não é um frigorífico ou fornecedor de insumos e também não é uma faculdade/universidade em particular, mas a empresa rural como um todo. Você chega lá e vê o que está feito, é um resultado, é um modelo. Não tem nada de complicado nisso, têm? Cansei de ver doutores no assunto sem terra debaixo da unha e sem um pinto pra dar água.

Dica de sucesso ou frase preferida:

Estude, pergunte, duvide, se prepare, o sucesso sempre chega para os que estão muito ocupados para procurar por ele. É a soma de pequenos hábitos diários, nada é dado assim de bandeja, às vezes é preciso tomar na marra, inovando. Talvez o maior perigo do sucesso seja achar que sua fórmula será eterna, ela não é, prepare-se constantemente, recicle-se, aí sim poderá confiar (não diria cegamente, mas com um olho aberto) em seus instintos.

Quais os serviços do FarmPoint você utiliza mais?

Aprecio sem moderações!

Como o FarmPoint lhe auxilia no dia-a-dia?

Sempre aprendo lendo os artigos e os comentários dos participantes do site. É ótimo. Tem muitas coisas que me colocam em dúvida, isso me obriga a pesquisar e depois testar. Isso é muito bom, pois estou constantemente me reciclando.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

Andrew vitorio nobrega marques

Areia - Paraiba - Estudante
postado em 22/10/2010

Érique, muito bom vc relatar suas atividades nesse site, além de divulgar a zootecnia, que cresce a cada dia. Sou estudante de zootecnia na UFPB-CCA. 8º Período, como faço pra conseguir um estágio com o pessoal na fazenda santa cruz?
Desde já agradeço!

José Pedro Ribeiro dos Santos

Tapaua - Amazonas - Ovinos/Caprinos
postado em 28/03/2014

Érique. Estou no sul do Amazonas, na cidade de Tapauá, rio Purus. Preciso entrar em contato com vc, para falarmos sobre pirarucu e ovinos. Meu email é ribeiroodonto@hotmail.com

MAXFLY

São José do Rio Preto - São Paulo - Revenda de produtos agropecuários
postado em 31/03/2014

PREZADO ÉRIQUE, TRABALHO COM HOMEOPATIA PARA COMBATE DE CARRAPATO E MOSCA DO CHIFRE..E PARASITOS DE OVINOS E CAPRINOS...TENHO CERTEZA QUE PODEMOS RESPONDER SUAS NECESSIDADES EM ANTIPARASITÁRIO,,,AGRADEÇO ATENÇÃO!

Alexandra Passos

Porto Velho - Rondônia - Estudante
postado em 02/07/2014

Olá, Sou de Porto Velho/RO. Irei começar a faculdade de zootecnia agora na FIMCA. Adorei muito seu documentario. Se poder entre em contato comigo tenho muitas perguntas a lhe fazer. Obrigada. brilhantealexandra@gmail.com

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade