Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Expoingá amplia perspectivas para a criação de carneiros

postado em 16/05/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A mostra de ovinos e caprinos da 39ª Exposição Feira Agropecuária, Industrial e Comercial de Maringá (Expoingá) e 16ª Internacional superou as expectativas dos diretores do Núcleo de Criadores da Região, a Ovinomar. O presidente da entidade Elídio Vieira Guiomar ficou satisfeito com o número de animais comercializados, mas o que o deixou mais otimista foi a quantidade de pessoas à procura de informações e interessadas em ingressar na atividade.

"A movimentação financeira criou um clima positivo no pavilhão. É bom quando todos ficam satisfeitos. Também é um estímulo para darmos continuidade à melhoria genética do rebanho", destacou, lembrando que, em edições anteriores, era comum as vendas se concentrarem no fim de semana de encerramento da feira. Este ano, no entanto, os negócios começaram a ser fechados já na segunda-feira (9), terceiro dia da Expoingá 2011.

Já o interesse dos visitantes pela atividade, na opinião do presidente da Ovinomar, é resultado da divulgação da mostra. "Conversamos com pecuarista de Maringá e de toda a região. Todos em busca de dados detalhados sobre manejo, cria, recria, engorda e rentabilidade do segmento. A grande maioria focada na produção de carne", ressalta. Diante do cenário favorável, Elídio prevê que muitos empresários rurais vão passar a criar ovinos. "Está comprovado de que a atividade é uma excelente opção para diversificar a produção, em especial, para ampliar a renda da pequena propriedade", reforça.

O diretor-técnico da Ovinomar, professor doutor Francisco de Assis Fonseca de Macedo, compartilha do otimismo do presidente da entidade. "Tenho 22 anos de Expoingá. Esta edição está entre as que vamos colher os melhores frutos em termos de disseminação do setor", prevê. Este ano a mostra de ovinos reuniu 280 animais, de 21 expositores, sendo oito de outras regiões do Estado. A análise técnica do professor Assis é de que o padrão técnico foi de alto nível. "A cada nova edição da Feira fica claro a evolução das raças. Este ano, outra vez, ficou provado que vale à pena investir e apostar no aperfeiçoamento do rebanho. Também está cada vez mais claro que é muito fácil de se conciliar a produção de carne de ovinos, com a criação de gado ou de cavalo", acrescenta.

As informações são do Diário de Maringá, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade