Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Material genético de qualidade valoriza o rebanho

postado em 22/01/2009

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O aumento da produtividade de um rebanho está relacionado com a qualidade do material genético usado na propriedade. Assegurar ao produtor rural a procedência e a sanidade de sêmen e embriões adquiridos, com o objetivo de incrementar a produção, é a prioridade da Divisão de Fiscalização de Material Genético Animal (DMG/Dfip) da Secretaria de Defesa Agropecuária (SDA).

Para isso, é fundamental que o produtor se conscientize da importância de adquirir material genético somente de empresas registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Atualmente, estão registrados 2050 estabelecimentos que produzem e comercializam material genético de bovinos, bubalinos, caprinos, ovinos, equídeos, suínos, aves e bicho-da-seda. O registro no Mapa é obrigatório para esses estabelecimentos.

Os animais doadores de sêmen devem estar inscritos no banco de dados da SDA. "A inscrição dos reprodutores permite a rastreabilidade e a fiscalização da produção de sêmen de um determinado animal", explica o chefe substituto da DMG, Gilmar Leite. Antes da coleta do sêmen, o animal passa por uma série de exames sanitários, de identificação genética e desempenho zootécnico que asseguram a identidade e a qualidade do produto.

A DMG controla as centrais de coleta e processamento e o comércio de sêmen e de embriões no País. Também monitora os exames sanitários dos animais doadores desses produtos. O controle é a garantia de que o material adquirido contribuirá com segurança para o incremento genético dos rebanhos e da produtividade da pecuária nacional. Os estabelecimentos são obrigados a encaminhar, mensalmente à DMG, relatórios de produção e comercialização. Fiscais federais agropecuários do Mapa realizam auditorias nas empresas, em média, a cada seis meses.

Acesse o site do Mapa no endereço "www.agricultura.gov.br" para consultar os estabelecimentos registrados e os animais inscritos. Clique no link "Serviços" e, em seguida, em "Material genético animal".

As informações são do Mapa.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade