Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

SP: ABSI e ASPACO se reúnem com criadores de Santa Inês

postado em 01/08/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Aconteceu na última terça-feira (30/07) em São Paulo na sede da Revista Cabra & Ovelha, uma reunião entre criadores da raça Santa Inês com os presidentes da ABSI (Associação Brasileira de Santa Inês) e ASPACO (Associação Paulista de Criadores de Ovinos). Representando a ABSI estiverem presentes o presidente Almir Lins, o diretor de eventos Anderson Pedreira, o 2º vice-presidente Cláudio de Lauro e o conselheiro técnico Joselito Barbosa. Do lado da ASPACO o presidente Bruno Garcia, o 2º vice-presidente Fabio Cotrin e o diretor técnico Márcio de Oliveira, representaram a associação.

Entre as entidades regionais, destaque para a ACCOBR – Associação dos criadores de caprinos e ovinos da Região Bragantina, representada pelo seu presidente José de Agrela, que montou uma forte comitiva com criadores da região, além de trazer o chefe da divisão de agronegócios da Prefeitura de Bragança Paulista, Leandro de Souza Pinto.

Representando as lideranças da raça no estado de São Paulo, criadores de afixos importantes também estiveram presentes: Mara e Claudio de Lauro – Cabanha Santa Mônica, Eli Alves da Silva – Cabanha Guarany, João Amaury Sobrinho – Estância Dolly, e Fabio Cotrin – Rebanho Sim.

O primeiro tópico da reunião abordou a importância de se trabalhar o marketing do Santa Inês, que tem a seu favor o fato de ser uma raça tipicamente brasileira. “O mundo quer comprar nossa genética e devemos estar preparados para colocar nosso produtor no mercado internacional”, afirmou Almir Lins.

Esta informação é embasada nas estatísticas de visitação do site da entidade, além das consultas de criadores de diversos países. “Nosso site recebe diariamente visitas de interessados em todas as partes do mundo, mas a América do Sul é um bom mercado para começarmos a trabalhar a venda de embriões e sêmen. O Santa Inês só existe no Brasil, e é aqui que todos virão buscar a melhor genética”, completou Anderson Pedreira.

O tema gerou grande discussão entre os criadores, que apontaram os caminhos que a raça precisa seguir para alcançar este objetivo. Ficou definido que a ABSI vai iniciar, em parceria com as lideranças do setor, uma campanha junto ao Ministério da Agricultura para que sejam criados protocolos que viabilizem o mercado internacional.

Outro assunto de destaque foi a necessidade de intensificar os trabalhos voltados para a produção comercial. “Precisamos direcionar esforços para que o Santa Inês consiga cumprir o seu papel na produção de carne. Sabemos que a raça é a base do rebanho brasileiro e ela será fundamental para que o país ocupe posição de destaque na produção de cordeiro”, ressaltou Almir, afirmando ainda que é preciso enfatizar as qualidades específicas da raça, lembrando que nem todo deslanado é Santa Inês.

Neste ponto, além de estimular a produção e incentivar os criadores de rebanho comercial, a ABSI também está criando um plano para divulgação da carne de Santa Inês, que deve destacar pontos positivos como baixo teor de gordura, maciez e suculência.

Para a produção de elite, uma parceria inédita entre ABSI e ASPACO vai criar um circuito de exposições, chamado Copa São Paulo de Santa Inês, que no final do ano vai premiar, em dinheiro, os melhores expositores e criadores da raça.

A primeira exposição a contar com o compromisso de participação dos criadores será a 7º FECORB – Bragança Paulista/SP, que acontece de 24 a 29 de setembro. Também ficou acertada uma premiação em dinheiro para os concorrentes em pista, que conta com prêmio de R$ 7 mil, sendo R$ 5 mil por parte da ABSI e R$ 2 mil pela organização do evento. “É um prêmio inicial que já está garantido, mas vamos trabalhar para aumentar ainda mais este valor e dar o incentivo que o produtor precisa para que tenhamos uma pista forte e que represente todo o potencial do Santa Inês”, destaca José de Agrela.

Para o calendário de 2014 ficou acertada a participação de pelos menos quatro eventos nesta Copa São Paulo, onde já estão definidos: FECORB - Bragança Paulista, FAPI – Ourinho e EXPOVELHA - Lençóis Paulista.

A novidade será um evento realizado na capital paulista, com promoção da Revista Cabra & Ovelha, que fará a abertura da Copa São Paulo 2014. “Uma cidade como São Paulo não pode ficar sem um evento de grande porte para a ovinocultura. Qualquer atividade, seja rural ou não, que queira ser forte, tem que estar bem representada na cidade que movimenta o país, por isso vamos nos empenhar para que este evento entre para a história da ovinocultura brasileira”, afirma Almir Lins. Para mostrar a força do evento, a direção da ABSI já garantiu que a Festa Nacional do Santa Inês 2014 será realizada na capital paulista.

Esta boa expectativa também é compartilhada por Bruno Garcia, que destaca o apoio da ASPACO para iniciativas de fortalecimento do setor. “A associação está de portas abertas para atender a qualquer solicitação e, na medida de nossas possibilidades, ajudar para que a ovinocultura paulista continue em destaque no cenário nacional”, garante.

Uma grande premiação em dinheiro está sendo preparada para criadores e expositores da Copa, sendo que o modelo de arrecadação já foi definido. “A ABSI dará R$ 5 mil para a premiação, e cada evento que estiver disposto a sediar a Copa também terá que bancar os mesmos R$ 5 mil em dinheiro. Assim, com um calendário composto por no mínimo quatro eventos, teremos R$ 25 mil em premiação, que será entregue aos durante a Nacional da Raça”, explica Almir.

Segundo Denis Deli, diretor da Revista Cabra & Ovelha, o evento na cidade de São Paulo é uma necessidade do setor. “Estamos trabalhando o assunto há cerca de dois anos. Já temos conversas iniciadas com a Secretaria de Agricultura do Estado de São Paulo, através do pessoal de Câmaras Setoriais. Também já temos o apoio de criadores e empresas do setor, que estão dispostos a dar sua contribuição para o fortalecimento da ovinocaprinocultura brasileira. Vamos preparar um evento que represente a grandeza da cidade e atraia a atenção de criadores de caprinos e ovinos de todo o Brasil”, destaca. Espera-se para os próximos dias a divulgação de datas e local do evento.

A reportagem é da Revista Cabra & Ovelha, resumida e adaptada pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade