Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Comunidade > Fique Atento

SE: Embrapa promove curso sobre manejo nutricional e produção de forragem para ovinos

postado em 20/08/2013

Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A Embrapa Tabuleiros Costeiros (Aracaju, SE) em parceria com a ONG Cultivar, promove na quinta-feira (22) um curso sobre manejo nutricional e produção de forragem para ovinos. O evento será realizado no povoado Massaranduba, em Nossa Senhora das Dores, no interior Médio Sertão Sergipano.

Coordenado pelo analista de Transferência de Tecnologia da Unidade da Embrapa, Samuel Figueiredo de Souza, o curso visa capacitar pequenos produtores de ovinos orientando-os para realização e adoção das principais práticas de manejo nutricional, discutindo suas vantagens e desvantagens através de apresentações sobre suas práticas e a importância da produção e conservação estratégica de forragens.

Oferecido a produtores assistidos pela ONG Cultivar, o encontro deve reunir cerca de 30 membros da comunidade, que passa a integrar o grupo de comunidades beneficiadas por ações de Transferência e Tecnologia em Ovinocultura oferecidos pela Embrapa.

Além da realização do corte e processamento de banco de proteína (gliricídia), implantado pela Embrapa Tabuleiros Costeiros na primeira fase das capacitações voltada para atividades praticas com os agricultores familiares, a confecção de silo e feno através dos processos de fenação e ensilagem também compõe a programação.

Em decorrência dos curtos períodos de chuva registrados no Nordeste, a disponibilidade de forragens é um fator limitante dentro de qualquer sistema produtivo para ovinos. “Quando passam as chuvas os produtores que não armazenaram alimentos, seja em forma de silagem ou feno, enfrentam dificuldade em manter o rebanho. Por isso é tão importante que haja um planejamento prévio do produtor visando garantir o acesso a esses alimentos”, afirma Figueiredo.

Samuel Figueiredo de Souza possui graduação em Medicina Veterinária pela Universidade Federal Rural de Pernambuco com especialização em Produção Animal pela Universidade de Córdoba-Espanha e doutorado em Zootecnia pela Faculdade de Ciências Agrárias e Veterinárias.

Atuou como professor de Fisiologia, Patologia e Melhoramento Animal nos Cursos de Graduação em Medicina Veterinária além de ministrar aulas sobre Anátomo-Fisilogia Reprodutivada de Animais de Produção no curso de Pós-Graduação em Reprodução Animal da Faculdade Pio Décimo – Aracaju-SE.

É membro do Comitê Técnico Sergipano em Ovinocaprinocultura e consultor do Sebrae na Área de Produção Animal com experiência na área de Medicina Veterinária, com ênfase em Fisiologa, Saúde e Reprodução de Ruminantes, e na área de Zootecnia, com ênfase em Metabolismo Nutricional, Manejo e Criação de pequenos ruminantes.

As informações são da Embrapa Tabuleiros Costeiros, adaptadas pela Equipe FarmPoint.
 

Entre em contato com o autor deste artigo através do formulário abaixo!

deve ter o formato de 10 a 11 dígitos (ddd + telefone ou 0800, 0300, etc.)
Por favor digite o código de verificação contido na caixa ao lado:

3000 caracteres restantes

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade