Você está em: Comunidade > Galeria de fotos

I WORKSHOP INTERNACIONAL EM SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA - OVINOCULTURA DE CORTE

Por Dayanne Martins Almeida - publicado em 26/06/2014

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir
Download
Foto: CordeiroBIZ
I WORKSHOP INTERNACIONAL EM SISTEMAS INTEGRADOS DE PRODUÇÃO AGROPECUÁRIA - OVINOCULTURA DE CORTE. Produtor! Você consegue ofertar alimento de qualidade para o seu rebanho durante o ano todo? Quais são os seus custos com nutrição?
Venha participar do I Workshop em Sistemas Integrados para aprender e aplicar na sua fazenda técnicas que lhe ajudarão a maximizar seus resultados produtivos. Saiba mais em www.cordeirobiz.com.br/integra

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários:

Tiago Luiz Koeche

Lucas do Rio Verde - Mato Grosso - Arquiteto e Urbanista
publicado em 11/02/2015

Bom dia Dayanne, tudo bem?

Primeiramente gostaria de me apresentar: Sou arquiteto e urbanista graduado pela Instituição de Ensino Centro Universitário Dinâmica das Cataratas - UDC, localizada no município de Foz do Iguaçu - PR.
Atualmente estou exercendo minha profissão na cidade de Lucas do Rio Verde - MT, elaborando projetos residenciais para clientes da cidade e região.

Hoje pela manhã, estava como de costume, buscando informações sobre diversos assuntos na internet e encontrei uma postagem sobre ovinocultura no site FarmPoint, como não tenho conhecimento nessa área resolvi ler por completo algumas postagens. Achei muito interessante a questão do manejo planejado e a rotatividade usada para aumentar a eficiência das pastagens e após concluir minha leitura resolvi entrar em contato com a senhorita para expor uma ideia que trago comigo há anos, dez do inicio da faculdade.

Sempre tive contato com animais, frequentei varias criações de suínos, frangos e gado e acabei percebendo que na maioria das vezes o produtor começa a criar determinado animal em escala reduzida tipo, no máximo 10, 20, 30 ou 50 animais. Conforme o rendimento aumentava, automaticamente o produtor estimulado pelo retorno financeiro aumentava seu rebanho, sem nenhum planejamento, improvisava grande parte da estrutura de apoio do rebanho, como barracões, cochos de alimentação etc... Alguns não não possuíam nenhum apoio técnico para auxilia-lo, já outros tinham o apoio mas queriam economizar ao máximo.
Foi analisando essas características que na faculdade de arquitetura, percebi que poderia aprimorar construções rurais de forma mais segura e eficiente e junto com o cliente prever um possível plantel de animais, podendo assim planejar as edificações futuras tornando elas mais eficientes.

Mas foi nesse período que desanimei, mesmo visitando granjas, aviários, percebendo que os problemas realmente existiam, mas devido a falta de informação bibliográfica na biblioteca da faculdade, na internet e por influencia de amigos próximos, acabei mudando meu tema do TFG (Trabalho Final de Graduação).

Mas nem tudo estava perdido, nesse período trabalhava como desenhista projetista em uma empresa prestadora de serviço a Itaipu Binacional e Parque Tecnológico Itaipu - PTI. Nesse período eu era responsável de criar todos os desenhos das conexões a serem utilizadas no gasoduto e também de elaborar os projetos de mais de 100 biodigestores. O assunto biogás era o tema diário no escritório e foi ai que surgiu o tema que fez a diferença no meu TFG, o de criar um Centro de Estudos do Biogás no município que eu morava na época. Tive apoio de engenheiros que me auxiliaram, fornecendo informações sobre o assunto e o trabalho ficou ótimo.

Sendo assim gostaria se possível, que informasse se eu por acaso conseguiria um apoio de alguma instituição, para que eu possa pesquisar e estudar a viabilidade de um modelo ideal de criação de ovinos,desenvolver barracões, baias, piquetes, e até mesmo o de reutilizar o

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes

Enviar comentário

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade