Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Parceiros > Novidades

Sebastião Faria, da Intervet: "As clostridioses causam mortes muito rápidas e não há um tratamento eficaz para a maioria delas"

postado em 24/03/2010

Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Importante

Esta seção é reservada aos nossos anunciantes.
As informações veiculadas nesta seção são de caráter comercial e não necessariamente representam o pensamento do conselho editorial do site.

 

Mariana Paganoti, coordenadora do FarmPoint, entrevistou na 7ª Feinco - Feira Internacional de Ovinos e Caprinos Sebastião Faria, gerente técnico de pecuária da Intervet Schering-Plough Animal Health. Confira a entrevista no vídeo abaixo.

Destaques da entrevista:

"As clostridioses são um grupo de doenças causadas por bactérias do gênero Clostridium, que vivem normalmente dentro do intestino dos animais e causam doenças se houver uma multiplicação exagerada dessa população ou alguma lesão que contamine algum ferimento com os poros dessas bactérias"

"É impossível eliminar essas bactérias do ambiente porque o animal vai conviver com ela sempre, pois elas estão no solo, nas fezes dos próprios animais, tornando a convivência inevitável"

"As clostridioses causam normalmente mortes muito rápidas e não há um tratamento eficaz para a maioria delas. Entre o surgimento dos sintomas e a morte do animal, passa-se um tempo muito curto, por isso é inevitável fazer um programa preventivo para evitar prejuízos"

"Há poucas coisas que se pode fazer além do programa de vacinação. Se tivermos que falar uma vacina obrigatória na criação de ovinos e caprinos, é a vacina contra clostridiose. Não é obrigatória por lei, mas sem ela, o programa sanitário não se sustenta, pois causa grande mortalidade"

"Os animais adultos estão susceptíveis assim como os animais jovens, é preciso vacinar as duas categorias"

"Com a importação e a movimentação de um estado para outro, de uma fazenda para outra, os animais carregam clostrídios que podem resultar em surtos dentro de uma propriedade de um hora para outra"

"A boa vacinação fundamenta-se num tripé:

1 - um bom protocolo de vacinação (quando vacinar, por que, quais categorias e a importância da revacinação);

2 - procedimentos operacionais (capacitar mão de obra). A Intervet faz um treinamento de mão de obra através um programa chamado PROPEC;

3 - a qualidade da vacina. A Intervet oferece uma vacina que atinge 10 clostridioses e é baseada em toxóides e possui uma alta concentração de antígenos, conseguindo proteger com uma quantidade reduzida, sendo aplicado 1ml/dose para ovinos"

"A vacina contra clostridiose era chamada de Covexin 10, agora, devido um posicionamento de marcas, entra no mercado com o nome de Vision 10"



Para saber mais sobre clotridioses entre em contato pelo box abaixo:

Entre em contato com o autor deste artigo através do formulário abaixo!

deve ter o formato de 10 a 11 dígitos (ddd + telefone ou 0800, 0300, etc.)
Por favor digite o código de verificação contido na caixa ao lado:

3000 caracteres restantes

 

Importante

Esta seção é reservada aos nossos anunciantes.
As informações veiculadas nesta seção são de caráter comercial e não necessariamente representam o pensamento do conselho editorial do site.

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade