carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Nathália Monéa fala sobre adequação ambiental e sustentabilidade do agronegócio

postado em 18/06/2014

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O mundo está em constante mudança e os assuntos ambientais cada vez mais presentes no dia a dia. O produtor rural, precisa adequar sua produção as leis ambientais, não somente para utilizar com consciência os recursos naturais, mas para atender exigências da indústria e mercado mundial. Produzir de forma sustentável, reduzir os impactos ambientais e manter a lucratividade, parece ser o grande desafio enfrentado por agricultores e pecuaristas.

Para auxiliar àqueles que querem adequar sua propriedade às leis ambientais, utilizar com consciência os recursos naturais, entender a legislação ambiental brasileira e as mudanças do novo código florestal, começará na próxima semana o novo Curso Online “Adequação Ambiental no Agronegócio: Conhecer, Aplicar e Evitar Riscos”.

Confira a entrevista que a instrutora do curso, Nathália Monéa, concedeu a AgriPoint.

Quais as principais dificuldades que os produtores encontram no momento de adequar sua propriedade?

Acredito que uma delas seja a dificuldade no acesso de informações confiáveis. Há muita informação disponível, mas nem todas estão corretas. Então é importante buscá-las em fontes com credibilidade. Além disso, o que está escrito no papel é uma coisa, mas colocar em prática é outra. Adequar à legislação na prática requer uma interpretação que às vezes pode parecer difícil ou cara, o que muitas vezes não é verdade.

Outra dificuldade que vejo muito no campo, principalmente em relação à adequação de estruturas, é mão de obra qualificada e disponível.

Em um ambiente cada vez mais competitivo, é possível produzir de forma sustentável e manter a lucratividade da propriedade?

Claro que sim. Porém, o produtor deve olhar a sustentabilidade como um investimento. Estamos acostumados a pensar a curto prazo, mas sustentabilidade deve ser pensada a longo prazo. Acredito que em pouco tempo ela não será mais um diferencial, mas sim o ponto de partida, quem não tiver o mínimo de sustentabilidade não estará mais no mercado.

A sustentabilidade não é apenas a preservação do verde e de boas condições de trabalho. Sustentabilidade é a gestão da propriedade, dos custos e investimentos, pois isso permite uma visão mais ampla do negócio. O produtor passa a olhar a propriedade com outros olhos o que permite enxergar desperdícios, investimentos equivocados ou até mesmo riscos socioambientais que podem prejudicá-lo no futuro.

O importante é ter planejamento e principalmente conhecer a propriedade em todos os aspectos, não somente da produção.

O que este curso trará de mais importante àqueles que participarem?

Trará uma visão geral do que é sustentabilidade e no que o produtor precisa se atentar em sua propriedade, para assim conseguir fazer um diagnóstico da situação socioambiental. Trará informações sobre as adequações que ele deve fazer para estar de acordo com a legislação e minimizar seus riscos, além de claro, contribuir para uma produção mais sustentável.

Para mais informações ou participar deste curso clique aqui!

Nathália Monéa,
Bióloga, formada pela Universidade de São Paulo, pós-graduada em Gestão Ambiental. Atualmente é a Gerente Brasil da Associação 4C. Trabalhou como Analista de Sustentabilidade Sênior no Banco Rabobank. Possui vasta experiência na gestão socioambiental em fazendas de gado, algodão, soja, frutas e cana-de-açúcar entre outras, desenvolvendo a implementação das adequações socioambientais e de normas internacionais como GLOBALGAP, ISO 14001, SA8000, ISO 9001, HACCP e GRI. Participou de mesas redondas socioambientais dos setores agropecuário e financeiro, congressos, feiras e ministrou palestras por todo o país.

Entre em contato com o autor deste artigo através do formulário abaixo!

deve ter o formato de 10 a 11 dígitos (ddd + telefone ou 0800, 0300, etc.)
Por favor digite o código de verificação contido na caixa ao lado:

3000 caracteres restantes

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade