carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Você está em: Cadeia Produtiva > Especiais

A força da mulher na administração de negócios rurais - Parte I

postado em 12/03/2014

8 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A presença da mulher no campo sempre foi algo comum no Brasil. De acordo com o último levantamento do IBGE, um em cada três trabalhadores rurais é do sexo feminino. A novidade é que além do serviço braçal, cada vez mais elas estão tomando a frente dos negócios rurais e mostrando que o cuidado e a sensibilidade feminina podem fazer a diferença no sucesso dos empreendimentos agrícolas. E para mostrar essa nova tendência durante o mês de março, o mês da mulher, o portal FarmPoint irá apresentar uma série de reportagens com empresárias que estão se destacando no meio rural.

E foi o caso da criadora de ovinos, Martha Negrini. Foi dela, filha de fazendeiros, a ideia de deixar a vida na cidade de São Paulo e adquirir uma propriedade rural, para tocar um novo negócio. Projeto, que foi levado à frente quando ela e o marido, o engenheiro elétrico Ricardo Negrini, se aposentaram.












 
O local escolhido pelo casal foi a cidade de Cunha, na região do Vale do Paraíba, no interior de São Paulo, para onde se mudaram em 2010. Além de viver no campo, também decidiram que iriam lucrar com a mudança e iniciaram um empreendimento. Depois de muita pesquisa de mercado, escolheram a criação de ovinos, com o objetivo de produzir queijos especiais. “Queríamos um animal de menor porte, que fosse mais fácil de manipular e foi por isso que escolhemos as ovelhas, pois são dóceis e bem tranquilas, apesar de exigirem uma atenção mais redobrada, pois são muito sensíveis”, contou Martha, que participa ativamente do trabalho.

A propriedade possui 110 animais e produz cerca de dois mil litros de leite por ano. A meta é triplicar esse número em três anos. O próximo passo do negócio será a construção de uma queijaria para a produção de queijos tipo gourmet. “Vamos nos especializar na produção dos queijos tipo Feta, de origem grega, e o português Serra da Estrela. Descobrimos que há um mercado bem promissor para esses produtos, pois são muito apreciados pela gastronomia especializada”, explicou.




Apoio Sebrae

Para concretizar o projeto a empresária recebe apoio do escritório regional do Sebrae-SP pelo programa Sebraetec, que tem como objetivo estimular o empreendedorismo no campo e melhorar a competitividade dos produtores nas diversas cadeias do agronegócio, com base na melhoria da qualidade do produto, aprimoramento dos processos e acesso ao mercado consumidor.

Para atingir esses objetivos o Sebrae-SP fornece assistência tecnológica por meio de técnicos, orientados pelo Sebrae, que avaliam, orientam e ajudam na implementação de técnicas mais eficientes na produção.

“No caso da Martha, o Sebrae-SP disponibilizou um acompanhamento tecnológico da produção, colaborando para a definição de processos produtivos, buscando o equilíbrio dos resultados. Também trabalhamos a qualidade da matéria-prima que abastece o laticínio e auxiliamos no desenvolvimento de ferramentas de controle de custos e na criação da marca” explicou Felipe Rimkus, consultor de agronegócio do Sebrae-SP.









 
Com o projeto de produção própria de queijos, o trabalho agora será complementado pelos consultores de alimentação fora do lar, que auxiliarão nos processos de produção, vendas, atendimento e marketing dos produtos.

Matéria do Sebrae com apoio do FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

Guilherme Felipe dos Santos

São José dos Campos - São Paulo - Consultoria/extensão rural
postado em 12/03/2014

Excelente artigo e ótimo trabalho realizado pela Sra Martha Negrini.

Pedro Lotufo

Taubaté - São Paulo - Proprietário de cão/cães
postado em 14/03/2014

Parabéns pelo trabalho e pela dedicação. Também sou produtor e sei muito bem das dificuldades.
Mais uma vez, estão de parabéns!

Valeria Negrini

São Paulo - São Paulo - cabeleireira
postado em 14/03/2014

ORGULHOSA DOS RESULTADOS!

Maria Valéria Amaral ribeiro

São Paulo - São Paulo - OUTRA
postado em 14/03/2014

Essas matérias  são muito importantes para mostrar a força, competência e liderança das mulheres.
Parabéns à Martha que com certeza vai longe !
Carminha

Gerardo Hauszler

Guaratinguetá - São Paulo - Produção de ovinos de corte
postado em 15/03/2014

Parabéns! É com perseverança que se conseguem as coisas e claro muuuito trabalho.  

Felipe de Medeiros Rimkus

Garça - São Paulo - Consultoria/extensão rural
postado em 17/03/2014

Parabéns à todas as mulheres gestoras de seus negócios e empreendedoras. Destaco que a gestão é um dos passos, mas o planejamento inicial é o passo mais importante; posso colocar em destaque o plano de negócios da Martha e de seu marido Ricardo que traçaram com muito esmero os passos a serem dados a cada momento do desenvolvimento de seu negócio. E que conseguem transparecer no desenvolvimento de seu produto os cuidados necessários na agregação de valor e na verticalização da produção. Muito sucesso à eles e à todos os que contribuem de maneira assertiva para o desenvolvimento da cadeia produtiva e da região onde desenvolvem seus negócios.

Flavio Cristiano Marques Melo

Ribeirão Preto - São Paulo - Consultoria/extensão rural
postado em 03/04/2014

Parabéns à Familia Negrini pelo seu comprometimento e dedicação à atividade. Com uma pecuária cada vez mais competitiva necessitamos de tecnologias produtivas que sejam eficazes e retribuem retorno econômico, justificando os investimentos na atividade.
Temos a certeza que este é um caso de sucesso na ovinocultura e um modelo a ser seguido na ovinocultura leiteira.
Sucesso!!

sabrina m. sakashita

Itapetininga - São Paulo - Consultoria/extensão rural
postado em 12/05/2014

Parabéns pelo Trabalho e Dedicação Da Familia Negrini!
E parabéns por persistirem na produção de Ovinos de Leite, que sabemos o quanto é necessario batalhar para que a produção cresça.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade