Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

África do Sul reduz exportações de lã à China

postado em 05/04/2010

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A África do Sul, terceiro maior produtor mundial de lã usada na fabricação de roupas, reduziu as exportações de lã à China, seu maior cliente, após um surto de febre Rift Valley (RVF), uma zoonose que afetou rebanhos ovinos em cinco províncias.

A interrupção nas exportações de algumas áreas afetadas pode custar aos produtores 35 milhões de rand (US$ 4,77 milhões) em vendas nessa estação, disse o grupo de produtores de ovinos da África do Sul, Cape Wools SA.

A China compra 60% da lã exportada pela África do Sul. A indústria suporta cerca de 18.000 produtores que têm um rebanho ovino de 14 milhões e produz cerca de 50 milhões de quilos de lã anualmente.

"Precisa ter negociações antes de podermos exportar lã das áreas afetadas para a China novamente", disse o porta-voz da Cape Wools, Ona Viljoen. "A África do Sul começará negociações formais com a China para tentar restabelecer os envios. As exportações para outros países não foram afetadas".

Embora a China tenha assinado o protocolo da Organização Mundial para Saúde Animal (OIE) que estipula que as importações de lã não estão sujeitas a embargos devido à febre do Rift Valley, a documentação do país ainda bloqueia importações de áreas afetadas, disse Viljoen.

A doença se espalhou para as províncias de North West, Free State, Eastern Cape, Northern Cape e Gauteng, informou o Departamento de Saúde do país. A Eastern Cape é a província de maior produção de lã e a Free State é a segunda província de maior produção de lã da África do Sul, que tem nove províncias no total.

Em 01/04/10 - 1 Rand sul-africano = US$ 0,13635
7,30941 Rand sul-africano = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

Os dados são do Bloomberg, publicados pela Associação Americana da Indústria Ovina (www.sheepusa.org), traduzidos e adaptados pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade