Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Agronegócio brasileiro fatura US$ 4,9 bilhões

postado em 10/10/2007

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O faturamento das exportações do agronegócio brasileiro cresceu 14,6% em setembro na comparação com o mesmo mês de 2006, registrando negócios de US$ 4,9 bilhões. As importações somaram US$ 671,9 milhões. Os produtos que mais contribuíram para o desempenho positivo foram cereais e preparações, soja e carnes. Os dados são da Balança Comercial do Agronegócio, divulgada ontem pela Secretaria de Relações Internacionais do Agronegócio (SRI) do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

As exportações do complexo soja totalizaram US$ 967 milhões, 22,2% acima do valor exportado em igual período de 2006. O bom desempenho deveu-se ao aumento do preço médio (37%).

O complexo carnes registrou 19,6% de crescimento em valores, que passaram de US$ 748,6 milhões em setembro de 2006 para US$ 894,9 milhões no último mês. O resultado positivo deveu-se ao aumento de 13,1% no preço médio e 5,7% na quantidade exportada.

Já o valor exportado do complexo sucroalcooleiro diminuiu 13%. Os preços do açúcar foram 27,9% inferiores, enquanto o volume exportado aumentou 26,5%, o que resultou numa redução de 8,8% no valor. As receitas de álcool diminuíram 25,4%, produto da redução de 6,6% na quantidade embarcada, com preços 20,2% menores.

De janeiro a setembro deste ano, as exportações do agronegócio somaram US$ 42,8 bilhões, cifra 18,7% maior em comparação com o mesmo período de 2006, US$ 36 bilhões.

O superávit comercial acumulado nos últimos 12 meses foi de US$ 48 bilhões. Entre outubro de 2006 e setembro 2007, as exportações brasileiras do agronegócio totalizaram US$ 56 bilhões, valor 19% superior ao exportado de outubro de 2005 a setembro de 2006, de US$ 47 bilhões. No mesmo período as importações foram 33,4% superiores aos 12 meses anteriores e somaram US$ 8,149 bilhões.

O complexo carnes (29,3%), o complexo sucroalcooleiro (20,4%), soja, (10,8%), sucos de frutas (69%); cereais, farinhas e preparações (150%), produtos florestais (9,5%) e café (23,9%) foram os setores que mais contribuíram para o resultado.

As informações são do Mapa.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade