Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

AL: Estado assina contrato para aquisição de 2.400 cabras leiteiras

postado em 20/07/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Representantes do governo do Estado assinaram, na quarta-feira (18), o contrato para aquisição de 2.400 cabras leiteiras e 20 reprodutores puros de origem, que serão repassados, por meio de um contrato de cessão de uso, para agricultores dos assentamentos Pacu, em Pão de Açúcar, e Selma Bandeira, em São José da Tapera.

A ação faz parte de um convênio entre o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado do Planejamento e do Desenvolvimento Econômico (Seplande), e o Ministério do Desenvolvimento Social e Combate à Fome (MDS), para fortalecer a cadeia produtiva da ovinocaprinocultura em Alagoas, potencializar o desenvolvimento local e a geração de trabalho e renda para as famílias em situação de vulnerabilidade socioeconômica.

Ao todo, 650 famílias residentes nos municípios de São José da Tapera, Pão de Açúcar, Maravilha e Batalha, inscritas no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal, são beneficiadas diretamente com as ações. O valor total do convênio ultrapassa R$ 3,1 milhões.

A assinatura do contrato para aquisição dos animais foi realizada na Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), com a presença do secretário José Marinho Júnior, da presidenta da Emater, Inês Pacheco, dos superintendentes de Fortalecimento da Agricultura Familiar Luciano Barros, da Seagri, e de Desenvolvimento Regional, Michael Chinelato, da Seplande.

Também acompanharam a assinatura a gerente de Elaboração de Projetos da Seplande, Dayse Souza, o analista técnico do Sebrae/AL, Henrique Soares, e o sócio da empresa JB Empresarial, Leonardo Mendes de Souza, que vai fornecer os animais. Segundo ele, as cabras são das raças Parda Alpina e Saanen, adaptadas às condições do semiárido alagoano e com produtividade de leite que pode chegar a três litros por animal/dia.

Assistência

"Os agricultores que vão receber os animais poderão aumentar a produção de leite e, além do Programa Nacional de Alimentação Escolar (Pnae), para o qual eles já comercializam, também vão poder fornecer ao Programa do Leite, coordenado pela Seagri, e ao PAA. Temos como determinação do governador Teotonio Vilela apoiar os pequenos agricultores, melhorar as condições de produção e dar a eles mais autonomia", comentou o secretário José Marinho Júnior.

"Para isso, vamos disponibilizar os técnicos da Seagri e da Emater para acompanhar a produção, o manejo dos animais e a formação dos bancos de forragens. A orientação será a mesma que estamos dando aos criadores do Programa Alagoas Mais Ovinos", completou o secretário.

A presidenta da Emater, Inês Pacheco, também ressaltou a importância do serviço de assistência técnica e extensão rural (Ater) para o sucesso do projeto em parceria com o MDS.

Ações e resultados

Por meio do convênio de inclusão produtiva com o MDS, são beneficiados produtores vinculados à Cooperativa de Produtores Rurais do Sertão de Alagoas (Cafisa), à Associação de Artesãs de Sabonete em Maravilha (Natucapri) e à Associação de Artesãs de Couro de Batalha (Sertaneja).

Já foram realizadas capacitações em gestão de negócio, manejo geral de caprinos, controle de qualidade do leite, relação interpessoal, formação de preço, design e comercialização. Também houve a aquisição de equipamentos para estruturar as associações e a cooperativa.

De acordo com o superintendente da Seplande, Michael Chinelato, entre os resultados do convênio, estão: o aumento da produção de leite na Cafisa após as capacitações; o aumento da renda dos produtores; a diversificação da produção das artesãs de Maravilha e aumento do faturamento; criação de novos modelos de sandálias na Associação Sertaneja; aumento da renda dos associados e do faturamento mensal.

As informações são do Governo de Alagoas, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade