Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

AL: Grupo gera renda com a fabricação de sabonete de leite de cabra

postado em 15/01/2014

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

No Sertão de Alagoas, um grupo formado por 17 mulheres agricultoras resolveu inovar e investir na criação de uma cooperativa que produz sabonete cuja matéria-prima é o leite de cabra. A Natu Capri deu tão certo que já comercializa seus produtos para outros estados e inovou a linha de sabonetes com dez essências diferentes, a maioria feita com plantas típicas da região.



No Sítio Lagoa do Touro, zona rural de Maravilha, Dona Rizalva Ferreira e o marido tem cinco cabras de leite. Eles são responsáveis pela produção da matéria-prima dos sabonetes. Dona Rizalva é uma cooperada. Há seis meses, ela viu a possibilidade de melhorar a renda da família fornecendo o material. Ela conta que comercializa o leite por R$ 2.

A cooperativa nasceu há sete anos no município de Maravilha. A diretora de marketing da pequena empresa, Ana Patrícia, cuida da papelada. “Graças a Deus hoje nosso sabonete está bem conhecido. Vendemos para os estados do Rio de Janeiro e São Paulo”, comemora.

Uma das produtoras, Maria José Alves Filha, conta como é o preparo do sabonete. Ela explicou que a base glicerinada vai ao fogo, em banho maria. Quando derrete, é colocada em um recipiente. Então são acrescentados os outros ingredientes. Primeiro, o leite de cabra, depois o lauril. Tudo é misturado e vai parar nas formas.

Dona Maria ainda borrifa álcool para o sabonete não criar bolhas. É preciso esperar uma hora até o material ficar sólido. Para essa mistura toda da cooperativa com o sabonete dar certo, as produtoras passaram por capacitação. “Fizemos muitos cursos e capacitação como o de formação de associação e vendas”, diz a cooperada.
Depois que o sabonete é retirado das formas, é preciso esperar mais uma hora para que ele seja plastificado. Com o lacre da marca Natu Capri colocado, o processo está finalizado.

A cooperativa produz mais de mil sabonetes por dia. Cada um custa R$ 3,5. Mas os consumidores também podem escolher entre os kits com sabonetes, bucha e toalhinha. Os preços deles são variados e podem chegar a R$ 35. E o cardápio é amplo: tem sabonete com canela, aveia e mel, morango, juá, erva doce, entre outros. Parte destes produtos é encontrada na região sertaneja.

“Mudou muita coisa porque temos mais conhecimento. Vamos para feiras fora do estado. Nossa renda melhorou. Para quem vive na roça a vida é um sufoco, mas nós hoje viajamos para o mundo por causa da Natu Capri”, destacou a presidente da cooperativa, Maria José Alves.

Segundo as cooperadas, os sabonetes com leite de cabra têm efeitos medicinais. Eles servem como hidratantes, são calmantes e ajudam a clarear e suavizar a pele. O sabonete em Maravilha tem mais propriedades, têm o efeito de mudar a vida de 17 mulheres, agricultoras, donas de casa, mães, esposas.

O sabonete ampliou os horizontes. “Uma renda para nós. Como eu sou uma das cooperadas, já tinha uma renda. Mas com a venda do leite ela ficou maior”, ressaltou a cooperada Zilma Alves.

As informações são do G1 AL, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade