Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Alagoas Mais Ovinos já entregou mais de 7 mil animais a produtores

postado em 26/12/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os municípios de Minador do Negrão e Dois Riachos foram beneficiados, no mês de dezembro, com as últimas entregas do ano do Programa Alagoas Mais Ovinos. O Programa, desenvolvido pela Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), visa fomentar e fortalecer a cadeia da ovinocaprinocultura em Alagoas, a partir da inclusão de animais que foram adquiridos, obedecendo rigorosos critérios de seleção.

Desde sua criação, foram investidos mais de R$ 3,4 milhões, com recursos do Fecoep, entregando mais de 5 mil ovinos e 2 mil caprinos para centenas de produtores terem a oportunidade de aumentar e melhorar a qualidade da produção, além de ações de capacitação e entrega de equipamentos.

Só em 2013, foram entregues cerca de 800 animais, beneficiando além de Minador e Dois Riachos, Igací e Palmeira dos Índios. De acordo com o superintende de Inclusão Produtiva da Seagri, Luciano Barros, para o primeiro bimestre de 2014 já está prevista a entrega de mais 1.100 animais.

“Por meio do programa, os produtores também recebem assistência técnica específica, orientação sobre manejo adequado e formação de banco de forragens. Sabemos a importância do conhecimento, da informação, para melhorar a produtividade e a qualidade da cadeia produtiva de ovinocaprinocultura de Alagoas. Acabamos o ano com a sensação de dever cumprido e já focados nas ações que devem ser desenvolvidas em 2014”, disse Luciano.

No programa Alagoas Mais Ovinos, os animais são entregues por meio de um contrato de empréstimo, e o produtor tem por obrigação devolver um animal por ano após um período de carência de dois anos.

“Este programa oferece um incremento na renda a mais de 1.000 famílias credenciadas. A melhor forma de fazer inclusão social é gerando emprego, gerando renda, e mostrando a estes produtores que eles não precisam sair do campo para terem uma vida mais digna. A missão do governador Teotonio Vilela, do vice Nonô, que apoia, por meio do Fecoep, diversas ações da agricultura, é dar condições para que o homem do campo permaneça com suas raízes e viva bem na sua própria comunidade”, disse o secretário de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário, José Marinho Júnior.

A presidente da Cooperativa Cafisa, que produz derivados do leite de cabra, Luciene Gadi da Costa, ressalta os benefícios com o fornecimento dos animais. “A entrega das cabras já está mudando a nossa realidade, mudando a vida de muita gente, e muitos que não acreditavam na cooperativa, hoje querem participar”, afirma.

As informações são da Agência Alagoas.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade