Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

ARG: projeto de lei não agrada os ruralistas

postado em 19/06/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A estratégia da presidente argentina Cristina Kirchner de deixar nas mãos do Congresso o aumento dos impostos sobre as exportações de grãos, com um projeto que não pode ser alterado, apenas aprovado ou rejeitado, não agradou os líderes ruralistas, que estenderão o locaute até amanhã (20).

O envio do projeto - reivindicação dos ruralistas - foi anunciado na terça-feira (17). Mas ele não muda nada. "Como está redigido, [o projeto] não modifica a causa do problema", disse o presidente da Federação Agrária Argentina, Eduardo Buzzi.

O projeto consiste na resolução que determinou o aumento dos impostos sobre a exportação de grãos (decretada no dia 10 de março) e inclui sua subseqüente correção - a redução dos tetos e das alíquotas, anunciada no fim de maio. Até o Congresso votá-lo, o decreto continuará em vigor.

O presidente do bloco governista Frente para a Vitória na Câmara, Agustín Rossi, afirmou não ter dúvidas de que os legisladores governistas vão ratificar o projeto e que se a oposição quiser modificá-lo, "terá que construir as maiorias necessárias". O detalhe é que o governo conta com 139 dos 256 deputados e 42 dos 72 senadores.

As informações são do jornal Folha de S.Paulo.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade