Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Argentina: polo laneiro perde 1 mi de cordeiros

postado em 20/12/2010

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Desde agosto, estão sendo realizadas tosquias na Província de Chubut, polo laneiro mais importante da Argentina. Os primeiros dados da realidade do setor ruralista obtidos são ruins, com uma estimativa que chega a um milhão de cordeiros mortos, o que gera um alarme importante no setor produtivo, já que não há reposição de animais nos campos.

Além disso, a seca se mantém e, segundo estimativas, piorará nos próximos meses. O período de tosquia que vai de agosto a dezembro reflete a gravidade que atravessa o campo nessa região. Segundo o veterinário Gerardo Merino, "já morreram um milhão de cordeiros". "Se não há cordeiros, não há ovelhas e borregos. Está muito complicado, porque não tem reposição", disse o especialista, que também é gerente local da Ovis XXI, uma rede de produtores para melhorar a qualidade das lãs da América do Sul através de planos de melhoramento genético e desenvolvimento sustentável.

O veterinário disse que há uma perda muito grande de animais e uma das consequências é o preço do cordeiro, que chegou a níveis históricos, devido à baixa oferta.

A reportagem é do El Chubut, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade