Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Argentinos seguem descontentes e retomarão protestos

postado em 01/10/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

As organizações de agricultores da Argentina anunciaram nesta terça-feira que voltarão a paralisar a comercialização de grãos e de gado, por seis dias, a partir desta sexta-feira (03), em protesto contra a política agropecuária do governo.

"O governo voltou a ignorar nossos pedidos. É impossível não perceber o agravamento da situação dos produtores, causada pela alta dos custos (de produção), pelo aumento do petróleo e pela queda dos preços internacionais devido à crise financeira mundial", declarou um dos líderes agrícolas, Hugo Biolcatti.

Milhares de agricultores organizaram uma greve este ano, que durou 128 dias e terminou com a rejeição no Congresso de um projeto da presidente argentina, Cristina Kirchner, que tentava aumentar os impostos sobre as exportações de grãos, especialmente a soja.

A Argentina é o maior exportador de farinha e óleo de soja do mundo, o segundo maior de milho, o terceiro maior de soja em grão e o quarto maior de trigo, segundo dados do Departamento de Agricultura americano. As exportações de matérias-primas agrícolas e agroindustriais representam mais de 50% das vendas externas do país.

A nova greve não bloqueará estradas da região central do país, mas uma marcha de produtores será organizada até Buenos Aires, terminando com o abraço simbólico do prédio do Parlamento, na quarta-feira. "Queremos a eliminação plena das retenções (impostos sobre as exportações). Que sejam reduzidas a zero", disse Biolcatti.

Em agosto, Cristina Kirchner admitiu que houve uma desaceleração do crescimento econômico no país, atribuindo o fato à greve agrária, e criticando o setor financeiro e as agências de classificação de risco.

A matéria foi publicada na Folha Online, resumida e adaptada pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade