Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Articulação entre Governo e Estados define prioridades para serviços de inspeção de produtos de origem animal

postado em 18/07/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Uma articulação entre o governo federal, Bahia, Minas Gerais, Paraná, Rio Grande do Sul e Distrito Federal deve melhorar os serviços de inspeção de alimentos de origem animal nestas unidades federativas. O objetivo é promover a equivalência dos procedimentos de fiscalização e a qualificação do sistema, com a descentralização e o repasse sustentado dos recursos.

Os estados participantes foram escolhidos por já terem aderido ao Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA), que padroniza os procedimentos desses de produtos para garantir a inocuidade e segurança alimentar. A articulação é intermediada pela representação do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA) no Brasil.

Segundo o representante do IICA no Brasil, Manuel Otero, os esforços de articulação dos estados com o Sisbi “fortalecem a Sanidade Animal e a Inocuidade dos Alimentos, beneficiando a sociedade brasileira e a qualidade dos produtos exportados”.

Articulação entre instituições

As demandas para melhoria do sistema foram debatidas por representantes dos estados e do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), de 10 a 12 julho, na sede do organismo internacional. Ao final do encontro, um documento com as medidas necessárias, elaborado pelos participantes da reunião, foi encaminhado ao ministro da Agricultura, Antônio Andrade.

“O conjunto de ações que estamos desenvolvendo entre as instituições de todos os níveis vai culminar no fortalecimento do Sistema Brasileiro de Inspeção. Pela extensão territorial e diversidade do país não há outra saída além da descentralização e equivalência dos serviços nos estados”, afirma a coordenadora de Sanidade Animal e Inocuidade dos Alimentos (Saia), no IICA, Lúcia Maia.

O representante de Minas Gerais no encontro, Altino Rodrigues Neto, diretor-geral do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA), resumiu o papel do sistema e as necessidades para seu aperfeiçoamento. “O Sisbi é a grande solução para o desenvolvimento da inspeção de produtos de origem animal no Brasil. Deve ser simplificado, ter um comitê específico e apoio federal por meio do repasse de recursos financeiros”, afirmou.

As informações são do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA), adaptadas pela Equipe AgriPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade