Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

AUS: exportações recordes de cordeiro em 2007-08

postado em 15/07/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Apesar das exportações de carne de cordeiro da Austrália terem caído 12% em junho com relação ao ano anterior, as exportações no ano fiscal de 2007-08 totalizaram um recorde de 162.568 toneladas - um aumento de 8% com relação ao ano anterior, à medida que a crescente demanda global por proteína e a alta oferta de carne de cordeiro australiana no meio de 2007-08 mais do que compensaram a valorização do dólar australiano, os maiores preços da carne de cordeiro e a crescente inflação dos alimentos, de acordo com dados do Departamento de Agricultura, Pesca e Silvicultura publicados pelo Meat and Livestock Australia (MLA).

Contribuindo para o aumento no ano esteve o aumento de 1% nas exportações aos Estados Unidos, para um recorde de 41.963 toneladas - representando 26% do total das exportações de carne de cordeiro australiana no período.

As exportações ao Oriente Médio atingiram o recorde de 23.743 toneladas - um aumento de 18% com relação ao ano anterior. Os Emirados Árabes Unidos mantiveram sua posição como o maior mercado individual no Oriente Médio para a carne de cordeiro australiana, com os envios aumentando 4% com relação ao ano anterior, para 10.497 toneladas. Outros mercados que também apresentaram crescimento foram Arábia Saudita, com aumento de 26% para 3.221 toneladas, além dos mercados da África do Norte, como Líbia, Egito e Tunísia, que juntos, compraram mais de 2.000 toneladas das exportações de carne de cordeiro australiana.

Os altos preços da carne suína, a proximidade dos Jogos Olímpicos de Pequim e o fortalecimento econômico impulsionaram as exportações de carne de cordeiro para a China para cima durante o ano fiscal de 2007-08 - aumentando 42% com relação ao ano anterior, para 16.717 toneladas. As exportações à União Européia (UE) também aumentaram significantemente, aumentando 45% com relação ao ano anterior, para 4.241 toneladas à medida que a baixa oferta da Nova Zelândia fortaleceu a demanda pelo produto australiano.

Chamaram a atenção as exportações de carne de cordeiro à Comunidade dos Estados Independentes (CEI) - antiga União Soviética -, durante 2007-08, que aumentaram em 74% com relação ao ano anterior, para 1.453 toneladas, apoiadas pelo forte crescimento econômico na Rússia direcionando a demanda por proteína.

Avalie esse conteúdo: (3 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade