Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

BA: EBDA colhe primeiros resultados da IA gratuita

postado em 22/03/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Cerca de 57 matrizes de caprinos e ovinos de agricultores familiares do semiárido, que foram inseminadas entre os meses de setembro a dezembro (2010), através do programa baiano de Melhoramento Genético, geraram 31 nascimentos de cabritos e ovelhas com características para a tripla aptidão.

Esse foi o primeiro resultado das inseminações artificiais realizadas, de forma gratuita, pela Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), órgão vinculado à Secretaria da Agricultura (Seagri), Embrapa e Univasf, cujo objetivo é, além de melhorar a qualidade genética dos rebanhos, atingir a meta de 150 parições até junho.

Nas matrizes de caprinos, a EBDA utilizou sêmens da raça Anglonubiana, já as fêmeas de ovinos foram inseminadas com doses das raças Dorper e Santa Inês. De acordo com o gerente Regional da EBDA, em Juazeiro, Fernando Moura, os resultados foram acima do esperado.

"Estamos felizes com o êxito das primeiras inseminações; estávamos ansiosos pelos resultados, porém era preciso esperar o período de gestação que dura 5 meses; deu tudo certo; agora em 2011 precisamos intensificar as atividades e realizar no mínimo 300 inseminações nos rebanhos de agricultores familiares, em cada um dos 10 municípios atendidos pela Gerência" comentou Moura.

Os agricultores familiares ou associações de produtores de caprinos e ovinos que desejem melhorar a qualidade genética do seu rebanho devem procurar um dos escritórios da EBDA e se inscrever nos cursos para capacitação. Todo o trabalho de inseminação é acompanhado pelos técnicos da empresa, desde a utilização de hormônio, gestação e parições.

Para o responsável pelas inseminações e veterinário da EBDA, João Paulo do Nascimento, as vantagens em utilizar esse procedimento de fertilidade são, dentre outras, a redução drástica do risco de transmissão de doenças entre os animais, garantindo um controle sanitário mais eficaz ao rebanho de fêmeas, já que os sêmens utilizados estão dentro das normativas de controle sanitário exigido pelo Ministério da Agricultura (Mapa); permite um melhor controle zootécnico do rebanho, possibilitando um registro efetivo de dados; o desnecessário investimento na aquisição de reprodutores; além dos custos de manutenção e riscos com animal de alto valor agregado.

A reportagem é da Empresa Baiana de Desenvolvimento Agrícola (EBDA), adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade