Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Bahia faz levantamento de rebanhos caprino e ovino

postado em 11/02/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Mais de 10 mil propriedades produtoras de caprinos e ovinos já foram cadastradas no estado pela Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (Adab). A expectativa é cadastrar mais de 20 mil propriedades, até o fim de março, em 127 municípios da região semi-árida, que responde por 75% da produção baiana. As informações serão utilizadas para criar um banco de dados e revelar o real tamanho do rebanho, estimado em mais de 4,1 milhões de cabeças.

Além de levantar os dados, unidades móveis de educação sanitária instaladas em microônibus estão prestando atendimento aos criadores, graças a um convênio assinado no fim do ano passado com a Universidade Federal da Bahia (Ufba). Atualmente calcula-se que existem 150 mil propriedades produtoras no estado, informou notícia de Jony Torres, do Correio da Bahia.

Cada fazenda ou sítio será também georreferenciada através do uso do Sistema de Posicionamento global (GPS, sigla em inglês). "Com este conhecimento nós poderemos identificar com exatidão a origem do animal e estabelecer medidas de prevenção no caso de enfermidades", explicou o diretor de vigilância sanitária animal da Adab, Valentim Fidalgo.

Após a conclusão dos estudos, também será adotado um programa para a emissão de guias de transporte animal.

Segundo dados do Ministério da Agricultura, 95% da produção brasileira se concentra no Nordeste, sendo que a Bahia responde por aproximadamente 36% do total, com quase 4,1 milhões de cabeças, seguida de Pernambuco com 1,6 milhão.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade