Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Brasil presidirá o Conselho Agropecuário do Sul

postado em 21/10/2010

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Wagner Rossi, assume, em nome do governo brasileiro, a presidência do Conselho Agropecuário do Sul (CAS) para o período 2010/2011. Criado em 2003 no âmbito do Mercosul, o conselho é o foro de discussão e coordenação de ações em políticas públicas para a agricultura dos governos da Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Paraguai e Uruguai. Rossi assume a presidência do conselho em Santiago do Chile, onde será realizada, a partir desta quinta-feira, 21 de outubro, a 19ª reunião ordinária do órgão. A direção do CAS vinha sendo ocupada pelo ministro da Agricultura do Paraguai, Enzo Cardozo.

"O Brasil vem desenvolvendo ao longo dos últimos anos uma parceria com nossos países vizinhos e irmãos, que deve ser aprofundada em termos de cooperação técnica agrícola", diz Wagner Rossi, ressaltando que um dos objetivos comuns dos seis países que participam do conselho é a erradicação da febre aftosa no continente. "Como o Brasil está livre da doença há quase seis anos, temos condições de ampliar a cooperação técnica para alcançar esse resultado", afirma.

A presença da doença em países de fronteira, como a Bolívia, tem sido usada como pretexto por concorrentes para tentar barrar a entrada da carne bovina brasileira em alguns mercados internacionais. "Trata-se de uma questão sanitária importante e por isso estamos desenvolvendo ações para ajudar especialmente a Bolívia a livrar a doença de seu rebanho".

De acordo com o ministro, outros temas a serem discutidos pelo CAS em Santiago do Chile são as estratégias para ampliar as oportunidades da região no mercado agropecuário mundial e a política de biotecnologia. A última reunião do conselho foi realizada em maio deste ano, em Buenos Aires, Argentina. Os representantes de governo abordaram as perspectivas de curto prazo no setor e as mudanças climáticas na região.

Participam da delegação brasileira, além do ministro Wagner Rossi, os secretários Francisco Jardim (Defesa Agropecuária), Célio Porto (Relações Internacionais) e Edilson Guimarães (Política Agrícola), bem como técnicos do Ministério da Agricultura.

Paralelamente à reunião do conselho, também haverá encontros com representantes do setor privado agropecuário da região, como cooperativas e associações rurais, para continuar gerando mecanismos regionais de interação público-privado por temas, produtos e cadeias produtivas.

Instituído pelo Mercosul, o CAS é um fórum de consulta e coordenação das ações dos países membros. Seu estatuto prevê uma presidência rotativa, com duração de um ano, e uma secretaria técnico-administrativa nas instalações do Instituto Interamericano de Cooperação para a Agricultura (IICA). O trabalho do conselho, que se reúne duas vezes por ano, é voltado ao desenvolvimento sustentável do setor agropecuário, florestal e pesqueiro.

A reportagem é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), adaptada pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade