Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Caio Rocha assume SDC com o desafio de regionalizar as ações do Mapa

postado em 18/10/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O novo secretário de Desenvolvimento Agropecuário e Cooperativismo do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Caio Rocha, assume com o desafio de regionalizar as ações do Mapa. O projeto piloto da Regionalização, lançado no final de agosto, durante a Expointer, em Esteio (RS), está em execução no Rio Grande do Sul. A orientação do ministro Mendes Ribeiro Filho ao novo titular da pasta é para comandar a Regionalização em todo o País e intensificar as ações do Mapa na região - incluindo posteriormente os municípios atingidos pela estiagem no Nordeste - levando em conta os aspectos e necessidades locais como forma de promover o desenvolvimento regional com inclusão econômica e social dos agricultores. Rocha também acumulará novos projetos na área de sustentabilidade.

"O secretário Caio Rocha tem demonstrado sua competência ao ter elaborado o melhor Plano Agrícola e Pecuário já realizado e ter equacionado a prorrogação das dívidas de diversos setores. Agora, ele terá novos desafios, regionalizando as políticas do ministério", destacou o ministro durante a cerimônia de assinatura do Termo de Posse do novo secretário, nesta quarta-feira, dia 17 de outubro, em Brasília. A medida faz parte das mudanças estruturais implementadas por Mendes Ribeiro no Mapa.

Para Rocha, a orientação do ministro foi clara quanto à atuação à frente da SCD e o trabalho será executado para cumprir essa determinação. "A secretaria que tem a responsabilidade de desenvolver os programas agropecuários vai centralizar e operacionalizar a questão da Regionalização, além de desenvolver novos projetos na área de sustentabilidade", disse.

Dentro da plataforma da regionalização, são três os pilares: a Política Agrícola Diferenciada, o Sistema Nacional de Defesa Agropecuária e a Administração. Ao ser executado o projeto oferecerá soluções específicas para cada problema, desde o melhoramento da armazenagem, passando pela irrigação, recuperação de solos, instalação de novas estações meteorológicas, acesso ao crédito, seguro rural e apoio à comercialização. Ações que irão gerar mais renda ao produtor, aumentar a produtividade, além de incentivar as boas práticas ambientais.

Outro desafio a ser enfrentado na nova pasta é o desenvolvimento de ações com foco no fortalecimento do cooperativismo, reorganizando programas de incentivo tecnológico, por exemplo, e incentivando a agricultura sustentável. A nomeação de Rocha foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) na quinta-feira, dia 11. Antes ele ocupou por pouco mais de um ano a Secretaria de Poítica Agrícola do Mapa. Rocha é engenheiro agrônomo, foi presidente da Emater/RS e também secretário de Agricultura do RS em 1998.

As informações são da Assessoria de Imprensa do Mapa, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade