Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Caprinos: esterco aumenta produtividade em plantações

postado em 03/11/2009

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Testes realizados no Campo Experimental da Caatinga da Embrapa Semiárido comprovaram que, a aplicação de esterco de caprinos e ovinos na plantação de milho e feijão, em áreas de barragem subterrânea faz a produção aumentar. A adição de matéria orgânica acrescenta nutrientes que aumentam a fertilidade do solo já úmido pela técnica de captação e armazenamento de água de chuva.

Segundo a Embrapa, no caso do milho, a colheita na área onde não se fez uso do esterco alcançou 856 quilos por hectare, contra 1.584 quilos por hectare no local onde se usou o esterco. Para o feijão, a situação se repetiu: 680 quilos por hectare e 1.365 quilos, respectivamente.

Nos testes, a pesquisadora manteve os cultivos em condições semelhantes às que são encontradas nas propriedades dos agricultores familiares, que fazem uso da tecnologia de barragem subterrânea. Ou seja, usou apenas o esterco, sem nenhum insumo químico.

De acordo com a pesquisa, além da maior produção, o uso do esterco de caprino faz com que os pés de milho e feijão cresçam mais rápido e cheguem mais cedo à fase de floração.

A pesquisa alerta os produtores para usar o esterco que eles possuem nos currais. Esta matéria orgânica melhora as características do solo ao aumentar os teores de elementos essenciais, que tornam a terra fértil, a exemplo do o potássio (K), fósforo (P) e o magnésio (Mg).

As informações são do portal CapitalNews, com informações da Embrapa, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (3 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade