Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

CE: comitê define perfil profissional a ser formado em Centro de Ovinocaprinocultura

postado em 10/04/2014

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar) vai implantar dez Centros de Excelência em Educação Profissional e Assistência Técnica Rural no Brasil. Dois deles serão no Nordeste: um em Sobral (CE), sobre ovinocaprinocultura, e outro em Juazeiro (BA), sobre fruticultura. Um comitê técnico nacional formado por técnicos de várias áreas está reunido em Fortaleza para definir as ocupações da cadeia da ovinocaprinocultura e a metodologia do curso, identificar o perfil dos profissionais de nível médio a serem formados de acordo com as expectativas do produtor rural, adequar as novas tecnologias já avaliadas pelo setor de pesquisa e utilizá-las na prática, levando-as também àqueles produtores que ainda não se enquadram neste novo perfil de produção.

O evento foi aberto pelo presidente da Federação da Agricultura e Pecuária do Estado do Ceará (FAEC) e presidente do Conselho Deliberativo do Senar-CE, Flávio Sabpya, que explicou a importância e o porquê da localização do Centro de Excelência em Ovinocaprinocultura em Sobral. Segundo ele, a unidade vem somar com a Embrapa Caprinos e Ovinos, com sede também em Sobral, unindo a pesquisa com a extensão, no sentido de aprimorar cada vez mais os conhecimentos dos produtores e de suas famílias. Além disso, ressaltou, a cidade tem duas escolas de formação superior, uma de Medicina Veterinária, da Universidade Estadual do Ceará (UECE), e outra de Zootecnia, da Universidade Vale do Acaraú (UVA), podendo fornecer os professores para o Centro.

O superintendente do Senar-CE, Paulo Hélder de Alencar Braga, informou que o terreno da sede do Centro de Excelência já foi doado pelo Governo do Estado, devendo ocupar uma área de dois hectares, e que a obra será iniciada ainda esse ano para funcionar a partir de 2015. A unidade vai formar técnicos de nível médio, com habilitação ou especialização técnica. “A nossa excelência vai estar centrada na inovação e na qualidade do ensino”, ressaltou o superintendente do Senar-CE.

Para o chefe-geral da Embrapa Caprinos e Ovinos, Evandro Holanda, o Centro de Excelência do Senar em Sobral é uma grande iniciativa para apoiar a inovação tecnológica das cadeias produtivas dos produtos de caprinos e ovinos, ampliando as oportunidades de inclusão sócio-produtiva e da empregabilidade no meio rural.

Participam do encontro produtores da região, técnicos da Embrapa Caprinos e Ovinos, da UECE, da UVA, da Secretaria de Desenvolvimento Agrário, membros da Comissão de Ovinocaprinocultura da CNA, técnicos e produtores do Rio Grande do Sul, Brasília, produtores de Minas Gerais, Brasília e Ceará, instrutores e técnicos do Senar e Sebrae, do Clube do Berro, da Câmara Setorial da Caprinovinocultura junto a Agência de Desenvolvimento do Estado (Adece), empresários, presidentes de sindicatos rurais e da Organização das Cooperativas do Ceará.

Equipe do SENAR apresentou o novo projeto

O evento foi coordenado pelo chefe do Departamento de Inovação e Conhecimento (DIC) do Senar, Luís Tadeu Prudente Santos; pela assessora técnica do Senar, Fernanda Leite; e pelas consultoras Regina Torres e Célia Steiner, que apresentaram o novo projeto da entidade como uma necessidade importante no avanço do agronegócio no país. Regina Torres citou números que impactam na capacitação dos jovens no processo de educação, como por exemplo: segundo o Censo/IBGE (2010), entre os 51 milhões da população jovem, 8 milhões vivem na zona rural, dos quais 1,2 milhão já estão com idade para cursar o ensino técnico de nível médio. "Isso representa um grande desafio para os Centros de Excelência que, com certeza, proporcionarão um novo futuro para a população rural, com novas oportunidades de emprego", destacou. Na visão de Regina, na grade curricular do Centro de Excelência há necessidade de incluir a área de empreendedorismo, inovação e gestão de negócios.

“O Senar tem uma grande contribuição a oferecer a esses jovens para que retornem e permaneçam no campo, atuando na área da educação continuada, da educação formal, por meio da oferta de cursos técnicos de nível médio, presencial e a distância e através dos cursos da Rede e-Tec e do Pronatec”, disse a assessora técnica Fernanda Leite.

O grande objetivo dos Centros de Excelência é contribuir para a competitividade e o desenvolvimento do setor agropecuário brasileiro através da qualificação profissional de produtores e trabalhadores rurais, da capacitação de técnicos para atuar na assistência técnica rural, da formação de técnicos de nível médio e do incentivo à pesquisa, ao empreendedorismo e inovação.

A duração do curso terá carga horária mínima de 1.200 horas, nas modalidades presencial e a distância, proporcionando maior flexibilidade aos alunos com aulas teóricas e práticas.

O projeto envolve mais oito estados: Minas Gerais (Cafeicultura); Mato Grosso do Sul (Cana-de-Açúcar e Bovinocultura de Corte); Mato Grosso (Grãos, Fibras e Oleaginosas); Bahia (Fruticultura); Pará (Palma de Óleo); Goiás (Bovinocultura de Leite); Distrito Federal (Gestão e Empreendedorismo) e Tocantins (Florestas).

As informações são do SENAR CE, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade