Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

CE: debate sobre demandas das cadeias produtivas encerra VIII SECOB

postado em 10/12/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Com debate na tarde desta quinta-feira (6), em que os participantes apontaram demandas para as cadeias produtivas, a VIII Semana da Caprinocultura e Ovinocultura Brasileiras (SECOB) chegou ao seu terceiro e último dia de programação na Embrapa Caprinos e Ovinos (Sobral-CE). A perspectiva é que as contribuições dos participantes passem a integrar a agenda de planejamento da Embrapa para 2013, para ações de pesquisa, transferência de tecnologia e fóruns com o setor produtivo.

Nos três dias, a Semana reuniu representantes de instituições de pesquisa e de extensão rural, órgãos governamentais, empresas privadas do setor agropecuário, restaurantes, laticínios e produtores rurais para discussões em três diferentes fóruns: Carne Ovina, Leite Caprino e Sistemas Pecuários. Segundo o pesquisador Vinícius Guimarães, supervisor do Setor de Implementação da Programação de Transferência de Tecnologia da Embrapa Caprinos e Ovinos, as contribuições da Semana se somarão a outras consultas ao setor produtivo que a Unidade pretende realizar até o próximo ano, para melhor diagnosticar tendências da caprinocultura e ovinocultura no país.

Na avaliação dos participantes, a semana apontou caminhos para superação de entraves no desenvolvimento das cadeias produtivas. "Acredito que o evento, por abordar assuntos práticos e que realmente 'cutuquem' a ferida da ovinocaprinocultura brasileira resulte em soluções concretas para a atividade", avaliou a zootecnista Raquel Rodrigues, analista de mercado do portal especializado FarmPoint. "Foi um debate de altíssimo nível e satisfatório. O fato de poder convergir ações para um sentido só traz benefícios e espero que as ações propostas sejam colocadas em prática, pois são essenciais para o nosso desenvolvimento", ressaltou Edson Siqueira, gerente de produtos de caprinos e ovinos da empresa Alta Genetics do Brasil.

Pecuária Familiar

O fórum de Sistemas Pecuários da VIII SECOB contou com palestra do engenheiro agrônomo Cláudio Ribeiro, da Emater-RS, que teceu considerações sobre a pecuária familiar no Brasil e os desafios para o incentivo a estes produtores. Para Cláudio, instituições que queiram lidar com pesquisa, transferência de tecnologia e extensão rural junto a este público devem compreender as especificidades dos pecuaristas familiares para não correrem o risco de, por exemplo, levar tecnologias que acabem não sendo adotadas. "É preciso entender que a pecuária familiar é um modo de vida antes de ser um sistema de produção", enfatizou ele.

Cláudio Ribeiro destacou a necessidade de aperfeiçoamento em aspectos como as políticas públicas de apoio e a ampliação do atendimento e do acesso à informação para os produtores familiares. Mas deixou também questões a serem, segundo ele, refletidas pelo setor: "Será que a cientificização e a mercantilização são o caminho para a pecuária familiar? Quais tecnologias realmente interessam a este público? Quais as possibilidade de contribuição da pesquisa para este modo de vida?"

As informações são da Embrapa Caprinos e Ovinos, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade