Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Cecília Veríssimo fala sobre o método Famacha

postado em 20/05/2009

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A pesquisadora e colaboradora do FarmPoint Cecília José Veríssimo, de Nova Odessa, São Paulo, enviou uma carta complementando o artigo "Controle da Verminose: menos vale mais". Abaixo leia a carta na íntegra.

"O método Famacha foi idealizado por pesquisadores da África do Sul, onde existe Haemonchus contortus, e onde este verme também está ficando resistente a tudo quanto é vermífugo.

Eles imaginaram uma forma de não vermifugar todos os animais ao mesmo tempo, já que nem todo animal que possui vermes dentro de si está ou vai ficar doente por causa disso.

Então, o método prevê a vermifugação de animais que estejam anêmicos ou pré-anêmicos, por meio de uma cartela de cores, que varia de 1 muito vermelha, a 5 muito branca (anêmica), que corresponde à coloração da mucosa ocular, e cada coloração a um nível do hematócrito (medida da quantidade de hemácias, células sanguíneas que carregam o oxigênio para as células, e que são responsáveis pela coloração vermelha de nosso sangue). A partir do grau Famacha 3 (coloração da mucosa rosa) já se indica vermifugar o animal.

Para que não haja perdas, é necessário que todo o rebanho seja avaliado (mucosa) a cada 15 dias, podendo, em épocas favoráveis ao Haemonchus, como o verão chuvoso, passá-los a cada 7-10 dias.

No entanto, fica a ressalva, de que nem sempre os animais estão somente com Haemonchus. Eles podem estar com outros vermes que não causam sintomas de anemia, mas causam outros sintomas, como por exemplo, diarréia, pêlos foscos e sem brilho, e que igualmente causam emagrecimento. Então, quando passar os animais no tronco, observar não só a mucosa dos animais, como também sua condição corporal (observar se está magro), o estado dos pêlos, e a presença de diarréia, e também vermifugar estes animais.

Uma das grandes vantagens do método Famacha, no meu ponto de vista, é que o rebanho fica muito mais bem controlado sanitáriamente, já que algumas doenças podem ser diagnosticadas rapidamente, tais como "footrot", bicheiras, linfadenite, ectima contagioso, mastites, etc. Todas essas doenças podem ser diagnosticadas quando o rebanho vem ao tronco, e daí vc trata logo e os problemas no restante do rebanho diminuem, além de reduzir a mortalidade dos animais.

O efeito mais poderoso do método é reduzir a mortalidade, principalmente devido à verminose, pois você trata os animais antes de eles chegarem ao ponto da anemia estar tão grave (mucosa ocular branca, grau Famacha 5), na qual a reversão desse estágio de anemia é muito mais complicado, geralmente levando-o à morte.

Alguns casos muito graves de anemia temos conseguido uma reversão rápida da mucosa clara para vermelha com a suplementação do animal com vitamina B12 injetável por 3 dias seguidos com aplicações, de acordo com a bula, a cada 48 horas. E fica claro que o animal deverá ser retirado do pasto (porque quase sempre não tem sequer forças para se alimentar e pastar) e receber uma alimentação no cocho rica em proteína bruta e volumoso de boa qualidade."

Clique aqui para ler mais opiniões sobre este assunto.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Comentários

adriano sueldon leite

Votuporanga - São Paulo - Médico Veterinário
postado em 14/08/2012

Favor ver meio de adquirir a cartela do método famacha e suas recomendações!!!!


Att,



Adriano

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade