Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Chefe do DIPOA pede exoneração

postado em 20/11/2013

2 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

José Nilton Botelho - Dipoa - ExoneraçãoJosé Nilton Botelho, alçado à chefia do Departamento de Inspeção dos Produtos de Origem Animal (Dipoa) em uma tentativa de aplacar o movimento grevista dos fiscais agropecuários, pediu exoneração pouco mais de 30 dias após assumir o cargo, reportou o Valor Econômico.

Mesmo após a posse de Botelho, os fiscais agropecuários liderados pelo Sindicato Nacional dos Fiscais Federais Agropecuários (ANFFA), permaneceram em greve que foi iniciada com a posse de seu antecessor Flávio Braile Turquino.

De acordo com a matéria do Valor, há diversas versões sobre a saída de Botelho. A do ministério é que o profissional estava com saudade de sua família, decidindo então retornar para Mato Grosso do Sul, e a versão discutida por fiscais agropecuários é que ele estava sendo pressionado a arrecadar “contribuições” junto a grandes empresas do agronegócio.

Segundo informações do Zero Hora, o Ministério da Agricultura se manifestará somente após a publicação do pedido no Diário Oficial da União, que deve ocorrer nos próximos dias. Segundo o órgão, Botelho teria feito o pedido por motivos pessoais.

Botelho é fiscal federal agropecuário há 32 anos e deverá retomar seu posto no Mato Grosso do Sul.

O nome do próximo chefe do Dipoa ainda não foi escolhido, mas deverá ser o atual coordenador-geral de Programas Especiais do Dipoa, Leandro Feijó, cita o Valor Econômico.

As informações são do Valor Econômico e do Zero Hora, adaptadas pela Equipe AgriPoint
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

renato borges

Mococa - São Paulo - Médico Veterinário
postado em 21/11/2013

Aeeeeeeeeee, quem sabe agora não muda alguma coisa kkkkk.....
Para melhor ou para pior, mas que mude algo, já passou da hora, os produtores e todos profissionais desta área não aguentam mais tanto descaso.

Monalisa Lima

Niterói - Rio de Janeiro - Varejo
postado em 26/11/2013

Saudade da família? ô Ministério que adora denegrir a imagem de seus próprios funcionários. Lavação de roupa suja na internet, lamentável.

Monalisa Lima

Niterói - Rio de Janeiro - Varejo
postado em 26/11/2013

Saudade da família? ô Ministério que adora denegrir a imagem de seus próprios funcionários. Lavação de roupa suja na internet, lamentável.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade