Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Chile lança primeira raça caprina nacional

postado em 18/11/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Como uma forma de diferenciar a produção pecuária, o Programa de Inovação Territorial Ovino-Caprino de La Araucanía, Innovicar - instância co-financiada pela Fundação para Inovação Agrária (FIA) e por privados - apresentou em Temuco a primeira raça caprina chilena para o mercado de carnes.

Trata-se do cabrito "Lonquimay", que tem se adaptado e fortalecido em uma zona coberta de neve em grande parte do ano e escassa vegetação. Estes fatores permitidem uma seleção natural dos caprinos, que se caracterizam por sua rusticidade, adaptação, fertilidade, capacidade reprodutiva e uma carne apreciada por sua maciez. Além disso, destaca-se pela grande variabilidade com relação ao tipo e cor de pelagem e pela falta ou presença de chifres.

O gerente geral da Innovicar, Sandor Gutiérrez, disse que "a carne obtida a partir deste caprino tem tido boa aceitação por consumidores especializados. Os subprodutos elaborados a partir deste animal, que está limitado à comuna de Lonquimay (região de La Araucanía), permite dar resposta à crescente demanda por alimentos diferenciados, com selo de origem e qualidade, por parte de mercados gourmets. Assim, como um mecanismo para aumentar a competitividade do setor - com uma fonte permanente de diferenciação para o produto -, se tem aberto o registro desta Raça Caprina Lonquimay".

Foram registrados oficialmente 104 exemplares que formam o núcleo de fundação. Gutiérrez disse que os produtores caprinos participaram de forma direta neste processo, constituindo-se em atores relevantes para valorizar e compartilhar com a comunidade seu patrimônio produtivo, que se transformou em patrimônio nacional.

Esta conquista se insere no Programa de Inovação Territorial (PIT) Ovino e Caprino de La Araucanía, que busca desde 2007 gerar um selo de qualidade para a zona que melhore o posicionamento da oferta de carnes nos mercados nacional e internacional. O registro tem um custo total de 944,093 milhões de pesos (US$ 1,49 milhão), com um aporte da FIA de 64,9%.

Projeções de mercado

No total, o Censo Agropecuário e Florestal 2007 contabilizou 50,81 mil cabeças de caprinos em La Araucanía, o segundo maior rebanho do Chile. Para Gutiérrez, isso significa um potencial econômico indiscutível, especialmente se os esforços forem orientados a um produto diferenciado, com maior valor.

A Innovicar trabalha hoje com 70 produtores de cabritos Lonquimay e espera introduzir esta carne diferenciada na atual temporada, através dos canais de produção e comercialização que formam o modelo de negócios. Na atual temporada, continuará com o registro de outros exemplares, de tal maneira a formar uma plataforma mais contundente para a raça.

A reportagem é do Agroeconomico, publicado no site Agromeat, traduzida e adaptada pela equipe FarmPoint.

Em 17/11/08
1 Peso Chileno = US$ 0,001588
629,632 Peso Chileno = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

Avalie esse conteúdo: (4 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade