Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

China retoma importações de lã sul africana

postado em 16/09/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A África do Sul retomará as exportações de lãs não processadas para a China pela primeira vez após um ano através de um acordo entre o Departamento de Agricultura, Silvicultura e Pesca (DAFF) e a Administração Geral da China de Supervisão de Qualidade, Inspeção e Quarentena (AQSIQ). Para isso, um certificado de liberação de saúde relativo à febre de Rift Valley (FRV) foi emitido.

Segundo o acordo, a lã tosquiada três meses após o último foco reportado da doença em uma área municipal poderá ser exportada à China. A AQSIQ também sugeriu que gostaria de começar a usar os novos certificados a partir de 15 de setembro. Se um médico veterinário emitir um certificado afirmando que não houve casos de FRV reportados na fazenda do produtor por três meses imediatamente antes da data da tosquia, essa lã também poderá ser exportada.

As exportações de lãs não processadas à China, maior importador de lã da África do Sul antes da FRV ter afetado o país, caíram pela metade em agosto de 2010 após o primeiro foco do vírus da África do Sul desde os anos setenta. A última incidência da febre foi reportada em maio, disse a representante do Cape Wools, Ona Viljoen. Apesar de existirem provas científicas de que a FRV não poder ser transmitida via lã, a AQSIQ insistiu que todos os lotes de exportação sejam certificados por um veterinário do Governo confirmando que o produto é originário de uma área livre da doença.

"Felizmente, a demanda da Europa foi muito forte durante a última estação comercial e isso compensou a falta da China", disse Viljoen. "Nós não vimos construção de estoques".

A reportagem é do Bloomberg, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade