Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

CNA: PIB do agronegócio fecha 2010 com alta de 5,47%

postado em 11/04/2011

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A aceleração dos preços dos produtos agropecuários, no segundo semestre de 2010, influenciou o resultado do Produto Interno Bruto (PIB) do agronegócio em 2010, que fechou o ano com crescimento de 5,47%. O desempenho do setor foi positivo em todos os meses do ano, em especial entre julho e novembro. Em dezembro, o PIB do agronegócio cresceu 0,26%. Os dados foram divulgados nesta sexta-feira (08) pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

A análise, feita em parceria com o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea) da Esalq/USP, mostra recuperação do agronegócio no ano passado em relação às perdas de 2009, quando o setor recuou 5,08%. Na agricultura, as altas cotações internacionais de diversas commodities refletiram no mercado interno, possibilitando a recomposição dos preços.

Essa recuperação melhorou o poder de compra dos produtores, o que permitiu a manutenção do pacote tecnológico utilizado no plantio das lavouras, mesmo com a alta dos preços dos insumos, avalia a superintendente técnica da CNA, Rosemeire Cristina dos Santos. A produção de fertilizantes cresceu 2,67%, em 2010, na comparação com o montante produzido em 2009.

Em relação à pecuária, a recuperação dos preços do boi gordo refletiu nos preços dos suínos e das aves, movimento que impulsionou a renda de todo o segmento. Na bovinocultura, os efeitos da estiagem e das queimadas tornaram ainda mais restrita a oferta de animais, dificultando o abate, o que provocou uma alta de preços. A demanda interna aquecida e a expansão das exportações resultaram em aceleração dos preços do setor, desde a matéria-prima até o varejo.

Valor Bruto da Produção para 2011

- A CNA também divulgou uma nova estimativa para o Valor Bruto da Produção (VBP) em 2011. Cálculos feitos com base no ritmo de preços verificado em fevereiro mostram que o faturamento do setor agrícola deve somar R$ 270,9 bilhões, crescimento de 7,71% em relação ao resultado de 2010, quando o VBP foi de R$ 251,5 bilhões. "Os fenômenos climáticos, apesar de atrapalhar o plantio em algumas regiões do País, contribuíram para melhorar os indicadores de produtividade de algumas culturas, mas, ainda assim, a pecuária brasileira é a que deve apresentar, no presente ano, um crescimento mais significativo", explica a superintendente técnica da CNA.

Parte do bom desempenho esperado para o ano é reflexo do crescimento do faturamento obtido com as exportações de produtos agrícolas. Em fevereiro, os embarques do agronegócio alcançaram US$ 5,33 bilhões, valor máximo alcançado para o mês. Em relação ao mesmo período de 2010, o valor exportado apresentou elevação de 21%. No mês, os gastos com importações cresceram 28,5% para US$ 1,28 bilhão. O saldo da balança comercial do agronegócio foi positivo em US$ 4,05 bilhões.

Veja os documentos na íntegra:

- Resultado do PIB do agronegócio em 2010



- Previsão do VBP para 2011



As informações são da Assessoria de Comunicação CNA, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade