Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

CNA planeja novas ações para a Agricultura de Baixo Carbono

postado em 13/07/2012

1 comentário
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Ontem (12) técnicos da CNA e da Embrapa, se reuniram para planejar um estudo que será feito em campo, para levantar os custos da agricultura tradicional, da agricultura de baixo carbono e custos da adaptação de uma para a outra. "Nesta segunda fase, pretendemos publicar outra cartilha com as principais culturas e aprofundar o conhecimento nas tecnologias de baixo carbono disponíveis ao produtor rural brasileiro", explicou Rosemeire dos Santos, Superintendente Técnica da CNA, na abertura da reunião.

Técnicos da Embrapa, que participaram da reunião, apresentaram, cada um em seu setor, tecnologias para promover a sustentabilidade nas diversas cadeias produtivas. Eles vão à campo para colher informações que servirão de base para o "Estudo comparativo das práticas convencionais de cultivo agricola e às de baixa emissão de carbono", coordenado pela CNA.

Segundo Camila Sande, assessora da CNA e coordenadora do Projeto ABC Capacitação, a segunda fase vai mostrar os benefícios da agricultura de baixo carbono ao produtor rural. "Estamos conseguindo alavancar os acessos aos recursos do Programa ABC e agora precisamos mostrar a rentabilidade do programa", afirmou. Serão realizadas capacitações de técnicos, agentes bancários e produtores rurais, mas a agenda ainda não foi definida.

Projeto ABC Capacitação

O Projeto ABC Capacitação é uma iniciativa da CNA em parceria com a Embaixada Britânica e com o apoio do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) e do Banco do Brasil.

No primeiro semestre de 2012, foram realizados seminários de capacitação em Técnicas de Agricultura de Baixo Carbono em todos os Estados do Brasil. Participaram dos Seminários os técnicos das Federações da Agricultura e Pecuária dos Estados, técnicos das Administrações Regionais do SENAR, extencionistas, técnicos agrícolas, empresas de projeto, agentes bancários, associações, cooperativas e outros representantes da sociedade rural brasileira.

Esses técnicos foram capacitados a orientar produtores rurais de todo o Brasil sobre as técnicas e linha de financiamento da agricultura de baixa emissão de carbono em suas propriedades.

A implantação de projetos de agricultura de baixo carbono nas propriedades rurais ajudará o País a cumprir os compromissos assumidos na 15ª Conferência das Partes da Convenção-Quadro das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 15), de redução significativas das emissões de gases de efeito estufa geradas pela agropecuária.

As informações são da CNA, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

HERMEZIO SERRANO FILHO

Brasília - Distrito Federal - Instituições governamentais
postado em 13/07/2012

Prezados,

Inicialmente, parabenizo pelas iniciativas, pois o referido tema é um dos mais importantes no contexto atual, porém mal divulgado.
Sou zootecnista e venho do serviço de extensão rural de Rondônia. E hoje sou chefe de gabinete da Deputada Federal Marinha Raupp.
Nesse sentido, como participar das discursões e cursos a respeito do "Projeto ABC"?
Que materiais, estudos técnicos e projetos de pesquisa tem  a CNA?

Parabens e coloco-me à disposição

HERMÉZIO SERRANO FILHO

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade