Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Codevasf investe em ovinocaprinocultura para inclusão produtiva de famílias do sertão alagoano

postado em 02/10/2012

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A Companhia de Desenvolvimento dos Vales do São Francisco e do Parnaíba (Codevasf) pretende investir cerca de R$ 800 mil nos próximos meses em atividades de ovinocaprinocultura para inclusão produtiva de famílias em situação de pobreza no sertão alagoano. A iniciativa faz parte do Plano Brasil Sem Miséria do Governo Federal e será integrada ao Programa Alagoas Mais Ovinos do Governo de Alagoas.

As perspectivas de investimentos da Codevasf em ovinocaprinocultura foram apresentadas em setembro, no Seminário para o Fortalecimento da Cadeia Produtiva de Ovinocaprinocultura, realizado em Santana do Ipanema por meio da Secretaria de Estado da Agricultura e do Desenvolvimento Agrário (Seagri), com apoio da Agência Espanhola de Cooperação Internacional para o Desenvolvimento (AECID) e do Instituto Ambiental Brasil Sustentável (IABS).

O evento finalizou os trabalhos de avaliação e diagnóstico do Programa Alagoas Mais Ovinos e foi encerrado com um planejamento de ações conjuntas envolvendo diversas instituições, como Codevasf, Seagri/AL, Associação de Criadores de Caprinos e Ovinos de Alagoas (Accoal), Fundação Banco do Brasil, entre outras. No encontro, foram distribuídos exemplares do Manual de Criação de Caprinos e Ovinos, produzido pela Codevasf, com o objetivo de divulgar aos técnicos e produtores rurais o uso de técnicas adequadas de manejo visando o fortalecimento da atividade na região.

Entre as ações que foram deliberadas no seminário, está o fortalecimento da Câmara Setorial da Ovinocaprinocultura de Alagoas, com a entrada de novas instituições, como a Codevasf. "Percebemos que muitas entidades envolvidas atuavam de forma isolada, o que reduzia o potencial de ação. Agora pretendemos agir de forma conjunta e o melhor espaço é a Câmara Setorial", apontou a economista doméstica Solange Marcelino, chefe da Unidade Regional de Desenvolvimento Territorial da Codevasf em Alagoas. Outro encaminhamento do seminário é que a Codevasf atuará em parceria com a Seagri/AL no Programa Alagoas Mais Ovinos como forma de fortalecer o setor e potencializar as ações das instituições parceiras.

Solange Marcelino explica ainda que entre os próximos investimentos da Codevasf na área de ovinocaprinocultura, por meio do Plano Brasil Sem Miséria, serão priorizados associações, cooperativas e agricultores familiares que já estejam sendo atendidos por algum tipo de assistência técnica. "Esse critério de elegibilidade dos investimentos tem como objetivo racionalizar o uso dos recursos ao destiná-los a projetos que não corram o risco de descontinuidade por falta de assistência técnica que os acompanhe", esclareceu.

Ela também pontua que as prioridades para aplicação dos recursos do Plano Brasil Sem Miséria por meio da Codevasf deverão ser definidas a partir da mobilização, cadastramento, seleção dos beneficiários e validação técnica, além de levantamento de demandas em reuniões com produtores de caprinos e ovinos de Alagoas, que serão importantes para o crescimento e aperfeiçoamento da atividade, como a compra de equipamentos, insumos, infraestrutura ou a melhoria de rebanhos.

Investimento em ovinocaprinocultura

Desde 2010, a Codevasf, em parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Regional do Ministério da Integração Nacional (SDR/MI) e parlamentares do estado de Alagoas, já investiu mais de R$ 500 mil para o desenvolvimento da ovinocaprinocultura em municípios do vale do São Francisco alagoano. Esses recursos do Governo Federal foram aplicados na aquisição e cessão de um laboratório móvel de reprodução animal para ovinos e caprinos e de duas motos para transporte dos assistentes técnicos e extensionistas rurais, cedidos atualmente à Cooperativa dos Agricultores Familiares de Delmiro Gouveia (Coofadel); na aquisição de empacotadoras de leite para o Assentamento da Reforma Agrária Selma Bandeira em São José da Tapera (AL); na aquisição e cessão de tanques de resfriamento de leite de cabra e de equipamentos para a Unidade de Beneficiamento de Leite de Cabra da Cooperativa de Consumo e Produção dos Criadores de Pequenos Animais de Santana do Ipanema (Copasil) e na compra de equipamentos para a fábrica de sabonetes e sabão de leite de cabra da Associação de Produção Artesanal de Maravilha (Natucapri).

Segundo o diretor da Área de Revitalização das Bacias Hidrográficas da Codevasf, José Augusto Nunes, a Codevasf, em parceria com a SDR/MI, pretende intensificar o seu apoio à estruturação da cadeia produtiva da ovinocaprinocultura, levando em consideração que a atividade é uma ótima alternativa para a inclusão social, produtiva e geração de renda para as famílias do semiárido brasileiro.

As informações são da Codevasf, adaptadas pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade