carregando...
Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Comissão de Agricultura aprova projeto de lei que cria a Anater

postado em 08/08/2013

5 comentários
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados aprovou na manhã desta quarta-feira, 7 de agosto, Projeto de lei nº 5.740/2013 que autoriza a criação da Agência Nacional de Assistência Técnica e Extensão Rural (Anater), com a finalidade de promover a execução de políticas públicas voltadas para o extensionismo rural.

Com a criação da Anater, volta-se a ter uma referência nacional que viabilizará o fortalecimento da extensão rural no Brasil. Os médios produtores rurais serão objeto da prestação de serviço do extensionismo, assim como os agricultores familiares.

O projeto de lei da forma como foi aprovada reconhece a importância da inclusão dos médios produtores nas políticas afetas ao acompanhamento técnico especializado. Outro fator importante é que a Anater viabilizará a integração da pesquisa agropecuária e a extensão rural.

O trabalho em conjunto da pesquisa com a extensão permitirá que as inovações tecnológicas possam chegar mais rapidamente ao produtor rural, possibilitando, por parte dos agricultores, a apropriação da tecnologia gerada pela pesquisa agropecuária brasileira.

Segundo o ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Antônio Andrade, “a instituição da Anater é uma iniciativa importante para aumentar ainda mais a competitividade da agropecuária brasileira, incluindo os pequenos e médios agricultores”.

O projeto de lei segue o trâmite para ser finalizado na Câmara dos Deputados e, em seguida, será encaminhado ao Senado Federal.

As informações são do MAPA, adaptadas pela Equipe AgriPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Comentários

RONALDO CARVALHO SANTOS

Curitiba - Paraná - Mídia especializada/imprensa
postado em 08/08/2013

Eis a materialização da criação de tetas para serem sugadas, ás custas do Erário Público.
Criação de estrutura que gerará dispêndio de Milhões. e Milhares de Cargos e Funções.
A Gestão será, como sempre compartilhada pelo compadrio e, negociada nos Balcões, da oferta dos apoios politico inconfessáveis
Gostaria de receber os dez por cento do que se iria gastar com esta empreitada, pelo fato
de  denunciar , esta armação de falcatrua.
E a EMATER como vai ? Ainda existe ?
Porquê então  criar a ANATER ?

leonardo moreno pires

Santo Antônio de Pádua - Rio de Janeiro - Consultoria/extensão rural
postado em 08/08/2013

Digamos assim,no auge de minha ignorância qual a diferença da emater para anater. Alguém do governo pode me responde.

Marribe Síria Cardena

Mirassol d'Oeste - Mato Grosso - Distribuição de alimentos (carnes, lácteos, café)
postado em 09/08/2013

Mas o que a ANATER Vai fazer, não é o que a EMPAER Deveria fazer ??

OSVALDO NAGEL

HORIZONTINA - Rio Grande do Sul - PROFISSÃO ADVOGADO. TAMBÉM SOU ENG. AGRÔNOMO
postado em 09/08/2013

Coincidência ou não há uma ação judicial em curso para retirar o caráter filantrópico da EMATER. Agora surge essa tal de ANATER.

NILSON LEITE DURAES

Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Estoquista Hospitalar
postado em 11/08/2013

       Se funcionar vai ser muito bom, o problema é que geralmente só beneficia quem tem padrinho.   Outro fator que me incomoda muito é que no RJ onde moro não chega benefício nenhum na área de agropecuária.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade