Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Criadores de caprinos e ovinos investem para expandir os negócios no Estado do Piauí

postado em 20/10/2014

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O Piauí ocupa posição de destaque na criação de ovinos e caprinos. O estado se posiciona bem tanto na região nordeste quanto no cenário nacional, sendo o segundo maior criador de caprinos do Brasil, superado apenas pela Bahia. São quase três milhões de cabeças nos campos do estado. Um sinônimo de empreendedorismo que está se consolidando em terras piauienses é o melhoramento genético através do cruzamento das raças. No município de Batalha (a 154 km ao norte de Teresina), o cruzamento industrial entre caprinos da raça Boer e Anglo-Nubiana, é fato, e o resultado é um animal de pelagem avermelhada e que fornece bastante carne, ideal para o abate.

Para a alimentação das crias, é utilizada a técnica da silagem, em que cada silo armazena uma quantidade de ração, guardada justamente para ser consumida em períodos de estiagem. O pesquisador Patrócolo Silveira explica a necessidade desta técnica para o criador piauiense. “Como estamos numa zona semiárida, este período de outubro a janeiro é muito seco, e fazemos a silagem de milho com capim, para que nesta época, nós possamos alimentar os animais e tê-los prontos para o abate num período que se caracteriza por ter poucos caprinos com peso ideal” conta o pesquisador.

No município de Esperantina, cujo forte é a produção de leite caprino, as cooperativas já observam as melhorias na área. As cabras também passaram por melhoramento genético, e os criadores já fazem a produção interna entre os animais. O cuidado é tanto, que até mesmo o processo de ordenha passa por uma série de etapas visando o máximo de higiene durante a extração do leite. “Nós tiramos o leite, colocamos em um ambiente fechado e o coamos imediatamente, para que seja congelado em seguida” explica o criador Washington Cunha.

A produção dos cooperados, que é beneficiada, tem uma parte transformada em iogurte e outra que é usada na produção de cosméticos. O leite de cabra, além de um bom hidratante para a pele, possui uma rápida absorção. Os produtos, que vão desde sabonetes a hidratantes e aromatizantes, são vendidos na própria região, mas a cooperativa assegura a vontade de expandir os negócios. “Já possuímos clientes em Esperantina, em Batalha, e em Teresina, e isso nos anima e nos faz querer expandir para o Brasil todo e até para o exterior” explica a cooperada Antônia Maria da Cunha.

Em Campo Maior, onde funciona um laboratório de genética homologado pelo Ministério da Agricultura, são feitas a coleta e o congelamento de sêmen dos caprinos, além da transferência de embrião e a inseminação artificial. Os criadores explicam que para garantir o nascimento de animais com potencial para serem campeões, o investimento é algo essencial. “Existiu um investimento forte por parte da propriedade em adquirir matrizes de outros produtores, de outros criadores, e esses animais aqui foram multiplicados e selecionados através dos vários julgamentos e exposições. Nós vamos separando e multiplicando os melhores” ressalta o criador Valter Neto.

As informações são do G1, adaptadas pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade