Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Defesa agropecuária mineira tem avanço na informatização do campo

postado em 27/12/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Defesa agropecuária mineira tem avanço na informatização do campoDesde 2012, o Instituto está desenvolvendo o Projeto Inova IMA com a missão de informatizar os processos de defesa agropecuária no campo. Assim, será garantido o cumprimento das normas, a perfeita coleta dos dados, agregando maior transparência e credibilidade ao trabalho desenvolvido pela instituição.

O diretor-geral do Instituto, Altino Rodrigues Neto, explica que a motivação para o Projeto surgiu das recomendações presentes nos relatórios de auditoria do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), que apontam erros recorrentes em relação à fiscalização. “Não só em Minas, mas em todos os estados é possível ver as mesmas falhas. Os erros ocorrem porque há dificuldade em conhecer toda a legislação relacionada à defesa agropecuária. O que é compreensível, uma vez que esta legislação abrange centenas de normas”, relata.

A expectativa é que a mudança seja um marco no processo de fiscalização na área de defesa agropecuária. O projeto iniciado no IMA, também poderá ser utilizado por outros estados, considerando a proximidade das ações desempenhadas pelos órgãos de defesa.

Rodrigues Neto ressaltou ainda que com o serviço de defesa sanitária informatizado, o trabalho de controle e fiscalização dos produtos de origem animal e vegetal ganhará mais agilidade e precisão. “A informatização do nosso sistema é um grande ganho para a agropecuária mineira. O Inova IMA resultará no fortalecimento do sistema de Defesa Agropecuária, com consequente aumento da segurança do produto agropecuário ofertado ao consumidor local ou internacional”, observou o direto-geral.

O Inova IMA tem duração de 24 meses, é coordenado pelo diretor-geral do IMA e financiado pela Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Minas Gerais (Fapemig), através de um Termo de Cooperação Técnica com Secretaria de Ciência e Tecnologia, Ensino Superior de Minas Gerais.

As informações são do IMA - Instituto Mineiro de Agropecuária.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade