Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Delegacia do MDA no Ceará se antecipa para minimizar efeitos da estiagem no campo

postado em 07/02/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Iniciativas que visam ajudar localidades cearenses a enfrentar a estiagem têm sido colocadas em prática pela delegacia do Ministério do Desenvolvimento Agrário (MDA) no estado. Com prognósticos que apontam para uma redução de 45% no volume total de chuvas que deveriam cair nas regiões do semiárido cearense este ano, a ação busca auxiliar os municípios a ultrapassar o problema com perdas mínimas.

De acordo com o delegado Francisco Sombra, “os açudes do Ceará já estão, em média, 30% abaixo de sua capacidade total e alguns encontram-se na iminência de secar em mais algumas semanas.” Ele explica que atualmente 146 municípios do estado são atendidos com carros-pipa e há uma demanda para a abertura e recuperação de 800 poços artesianos, além da instalação de 60 dessalinizadores de água.

Em uma solução rápida para o problema, 346 poços já foram recuperados e uma parceria com a Petrobras permitirá que outros dez – profundos – sejam perfurados até o Carnaval no município cearense de Paracuru.

Paralelamente, o MDA já se articulou com prefeituras e representantes dos trabalhadores rurais e movimentos sociais para estimular os municípios que receberam as máquinas retroescavadeiras do PAC 2. O objetivo é usá-las na perfuração de cacimbas e cacimbões nos leitos dos rios, para fornecer água aos rebanhos, bem como acessarem o crédito Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) Emergencial a fim de obterem recursos para obras que minimizem os efeitos da estiagem.

Outras iniciativas previstas

A delegacia do Ceará irá divulgar, ainda, as resoluções de prorrogação das dívidas do Pronaf e do crédito fundiário junto aos representantes dos trabalhadores da agricultura e movimentos sociais, incentivando-os a retirar os recursos do Bolsa-Estiagem.

Associadas a estas ações estão, também, a divulgação do Programa Garantia-Safra, o pagamento do boleto da safra 2012/13 e o desbloqueio do pagamento de agricultores que tiveram seus nomes restritos por motivos diversos.

O MDA espera diminuir os efeitos negativos da estiagem, como o ocorrido nesta safra que foram superiores a 85%, minimizando as eventuais perdas que os agricultores familiares possam ter em sua colheita e produção.

As informações são do Ministério do Desenvolvimento Agrário, adaptadas pela Equipe AgriPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade