Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Demanda de carne ovina é crescente no Paraguai

postado em 03/12/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Os restaurantes, churrascarias e supermercados são os principais canais de comercialização dos produtores de ovinos atualmente, disse o presidente da Associação Paraguaia de Criadores de Ovinos (APC), Mustafá Yambay, no marco da Expo Ovina, desenvolvida no local da Associação Rural do Paraguai (ARP).

Ele disse que a tipificação de cordeiros e capões está dando bons resultados dentro da aplicação do programa de carne da associação, já que, mediante a diferenciação, o criador pode ter acesso a um preço médio de 21.000 guaranis (US$ 4,65) por quilo no caso de comercializar um cordeiro e de 15.000 guaranis (US$ 3,32) por quilo ao vender capões.

Ele disse que existe um enorme potencial para ser desenvolvido atualmente nesse setor. Disse que à medida que se vai suprindo a demanda interna, poderá ser analisada a possibilidade de exportar o produto.

Yambay solicitou às autoridades pertinentes para dispor de um censo de ovinos para determinar o rebanho existente no país. Ele disse que mediante a inclusão desse dado nas planilhas de vacinação contra a febre aftosa, poderia ir sendo gerado dados precisos para planejar o trabalho. Estima-se que existem atualmente 850 mil cabeças.

Em 02/12/13 – 1 Guarani Paraguaio = US$ 0,00022
4.323,50 Guarani Paraguaio = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

A reportagem é do www.ultimahora.com, traduzida e adaptada pela Equipe FarmPoint.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade