Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Espanha destinará € 350 mi aos setores ovino e caprino

postado em 24/01/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O Ministério da Agricultura, Pesca e Alimentação (MAPA) da Espanha destinará um total de 350 milhões de euros (US$ 513,13 milhões) entre 2008-2012 para a reestruturação dos setores ovino e caprino dentro do projeto Plano de Ações em Sistemas Migratórios Organizadas em Rede (PASTOR), informou a ministra Elena Espinosa.

De acordo com o Europa Press, o secretário geral de Agricultura e Alimentação, Josep Puxeu, destacou que o projeto PASTOR tem como objetivo fomentar a formação de novos pastores e a melhora de suas condições de vida.

Puxeu ressaltou também que o Plano Integral para ovino e caprino melhorará a competitividade do setor mediante a concentração empresarial, a promoção de jovens agricultores, o fomento das produções tradicionais e a aplicação de boas práticas pecuárias.

Ele disse que este Plano pretende melhorar a viabilidade dos setores ovino e caprino já que a Espanha conta com um importante censo composto por 22,452 milhões de cabeças de ovinos concentradas principalmente nas comunidades autônomas de Extremadura, Castilla e Leon, Castilla La mancha, Aragon e Andalucía, e por 2,956 milhões de cabeças de caprinos repartidas principalmente em Andalucía, Castilla-La Mancha, Canarias, Extremadura, Castilla e Leon, e Murcia.

O Plano, disse Puxeu, será o instrumento básico para enfrentar a situação de reestruturação na qual se encontram os setores, em um marco de cinco anos, tendo para isso como elementos principais maximizar a cobrança por parte dos pecuaristas dos pagamentos diretos da Política Agrícola Comum (PAC), a reorientação das ações já existentes, ações específicas de nova criação e a reorientação do consumo.

Quanto às ações específicas de nova criação, Puxeu mencionou o Real Decreto de dezembro de 2007, sobre fomento de produções pecuárias de qualidade, mediante ajudas a pequenas e médias empresas que obtêm uma produção diferenciada.

Ele também recordou a normativa aprovada em dezembro do ano passado e publicada agora no Boletim Oficial sobre fomento da pecuária extensiva, mediante ajudas a propriedades que mantêm raças autóctones em regime extensivo, com um valor de 15 ou 20 euros (US$ 21,99 ou 29,32) por animal, com um máximo por propriedade e ano de 6 mil euros (US$ 8,79 mil) e a possibilidade de aumentar esta quantidade em 20% de estiverem em um programa de qualidade diferenciada.

Dentro destas ações diferenciadas, Puxeu informou também da normativa que está sendo elaborada para o fomento de agrupações de criadores de ovinos e caprinos que apostam em uma produção em comum e têm como finalidade reduzir custos e ordenar melhorar a oferta, cuja aprovação está prevista para a primavera deste ano.

Em 18/01/08 - 1 Euro = US$ 1,46610
                        0,68208 Euro = US$ 1 (Fonte: Oanda.com)

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2022 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade