Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Espanha discute importância de identificação eletrônica

postado em 12/04/2007

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

Durante a II Reunião Internacional de Identificação Eletrônica Animal ocorrida em Ávila, na Espanha, foi discutido o importante papel deste tipo de identificação na rastreabilidade da pecuária, bem como no programa espanhol de genotipagem de ovinos.

Além das aplicações práticas abordadas na reunião, foi analisado o conceito de rastreabilidade como uma ferramenta destinada a garantir a segurança alimentar, uma das grandes preocupações do consumidor devido às crises no setor de alimentos. Dentro da rastreabilidade, a identificação dos animais seria, juntamente com o registro das fazendas, o registro dos movimentos animais e a etiquetagem de produtos, uma das chaves para o acompanhamento através de todas as etapas de produção, transformação e distribuição do produto.

Nesta linha, a identificação eletrônica tem demonstrado ser a que oferece mais garantias para a rastreabilidade ao permitir a leitura à distância e em movimento, com um sistema permanente e resistente às condições de uso, com informações possíveis de serem codificadas e processadas e com poucas possibilidades de erro e fraude.

Na reunião também se explicou o uso da identificação eletrônica para a genotipagem do gado ovino, com o objetivo de comprovar o estado deste rebanho em relação à sua capacidade de resistência a quadros de encefalopatias espongiformes transmissíveis, com o fim de favorecer a seleção positiva dos genótipos mais resistentes a essas doenças.

O processo estabelece uma relação entre o identificador eletrônico e o código das amostras de sangue enviadas ao Laboratório Central Veterinário. Esta relação permite uma rastreabilidade precisa desde sua coleta até seu resultado e posterior registro de dados no sistema de informação nacional que contém toda a informação sobre a genotipagem ovina da Espanha (ARIES). Nesta base de dados existem informações sobre 1,478 milhões de animais genotipados desde outubro de 2002.

A reportagem é do site Agroinformacion.com.

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2021 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade