Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

Especialista comenta sobre o Dorper e o White Dorper

postado em 05/06/2008

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

O médico veterinário e parceiro do FarmPoint, Daniel de Araújo Souza, consultor em sistemas de produção de ovinos de Salvador, Ba, responde a pergunta feita no Fórum Técnico "Seleção e Genética" sobre a diferença entre o Dorper e o White Dorper. O especialista comenta o desenvolvimento de cada variedade. Confira:

"Na prática não há diferenças entre o Dorper e o White Dorper, exceto a cor (um possui o pescoço/cabeça negro enquanto o outro é todo branco) e a pigmentação (o Dorper possui uma pele mais pigmentada), e ambas as raças compartilham o mesmo padrão.

Apenas existe uma diferença histórica a nível de desenvolvimento de cada variedade.

Enquanto o Dorper é resultado de cruzamentos seguidos entre animais meio-sague F1 Dorset Horn X Blackhead Persian originados a partir de cruzamentos entre reprodutores Dorset Horn e fêmeas Blackhead Persian, o White Dorper é resultado de cruzamentos absorventes de reprodutores brancos meio-sangue F1 Dorset Horn X Blackhead Persian sobre fêmeas Merino, com posterior inclusão de algum sangue Van Rooy (uma raça branca do tipo rabo-largo existente na África do Sul) via cruzas Dorset Horn X Van Rooy.

Apesar dessa pequena diferença no desenvolvimento das raças, geneticamente, as duas variedades são praticamente idênticas.

Sobre a indicação de qual raça usar, vai depender de seus objetivos, mas creio que a Dorper, por ter maior pigmentação seja a mais indicada para Centro-Oeste. Além disso, a variedade White Dorper é minoria dentro da raça, o que faz com que seus preços sejam um pouco mais altos, em média.

Quanto a relação carneiro:ovelha, irá depender muito do potencial andrológico do reprodutor e de sua líbido, assim como, da forma como ele será usado. Como me parece que o objetivo é realizar monta a campo um percentual de 3% de reprodutores em relação ao número de matrizes é recomendado.

Os valores no mercado de carneiros PO variam de R$ 2.000,00 a 4.000,00. Se você quer fazer cruzamentos apenas para produzir carne, o uso de animais PC também é viável e eles são mais baratos.

De qualquer forma e considerando o valor de aquisição, lhe recomendaria analisar formas mais interessantes de utilizar os reprodutores em cruzamentos, o que reduziria o capital imobilizado em animais e reduziria o custo de produção. Dê uma lida no artigo "Otimizando o uso de reprodutores" na seção Dicas de Sucesso do FarmPoint, onde se aborda justamente essa questão."


Mariana Paganoti - Equipe FarmPoint

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2020 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade