Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

EUA importaram 17% menos roupas de lã nos últimos 12 meses

postado em 20/06/2013

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

As importações de roupas de lã pelos Estados Unidos caíram nos últimos 12 meses comparado com o ano anterior, continuando um declínio que começou no último trimestre de 2011. Essa queda foi negativamente afetada pelas condições têxteis de lã nos principais processadores e prejudicaram a demanda por lã bruta.

Os Estados Unidos é um dos três maiores consumidores de roupas de lã do mundo no varejo e um dos maiores consumidores de roupas de todas as fibras do mundo. A vasta maioria das roupas de lã consumidas todo ano pelos Estados Unidos é satisfeita pelas importações. Os principais fornecedores são China, Vietnã, México e Itália.

As últimas estatísticas disponíveis pelo Serviço de Têxteis e Roupas do Departamento de Comércio dos Estados Unidos mostram que, nos 12 meses até abril, as importações dos Estados Unidos de roupas de lã caíram 17% em volume e 10% em valor. Essa queda nas importações de roupas de lã começou em outubro de 2011. Em contraste à queda nas importações de roupas de lã, as importações de roupas feitas com fibras sintéticas aumentaram em volume e valor.



Conforme mostra o gráfico, três dos quatro maiores países fornecedores de roupas de lã registraram declínios nas importações pelos Estados Unidos, com a maior queda sendo registrada pela China. A China é o maior fornecedor de roupas de lã aos Estados Unidos, com uma participação de 50%.

Essas diferentes tendências entre a lã e as fibras competidoras sugerem que a lã perdeu participação de mercado nos Estados Unidos no último ano ou mais. Isso precisará ser revertido para ajudar na recuperação da demanda por lã.

Os dados são do http://www.sheepusa.org, traduzidos e adaptados pela Equipe FarmPoint.
 

Avalie esse conteúdo: (e seja o primeiro a avaliar!)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade