Fechar
Receba nossa newsletter

É só se cadastrar! Você recebe em primeira mão os links para todo o conteúdo publicado, além de outras novidades, diretamente em seu e-mail. E é de graça.

EUA, NZ e AUS se unem para promover carne de cordeiro

postado em 31/10/2006

Comente!!!
Aumentar tamanho do texto Diminuir tamanho do texto Imprimir conteúdo da página

 

A próxima semana pode marcar o começo de uma nova era de cooperação para promoção da carne de cordeiro nos Estados Unidos.

Representantes das indústrias de carne de cordeiro da Austrália, Nova Zelândia e EUA se reunirão em Denver, Colorado, para discutir planos para uma promoção cooperativa da carne de cordeiro e iniciativas de pesquisa. Historicamente, as três nações se consideravam umas às outras como competidoras - competindo por uma participação no mercado consumidor de carne de cordeiro dos EUA.

Embora a competição comercial vá continuar, a iniciativa Tri-Lamb é sobre o reconhecimento de um problema compartilhado por todos. O consumo per capita de carne de cordeiro dos EUA está estático ou declinando desde o começo dos anos noventa. Outras fontes de proteínas, especialmente carne suína e de frango, aumentaram sua participação no mercado. Os membros do Tri-Lamb reconhecem que outras fontes proteínas são competidoras reais e os três países precisam trabalhar juntos para recuperar a participação no mercado.

A carne de cordeiro tem um histórico poderoso de saúde e nutrição, e os esforços promocionais do Tri-Lamb serão focados na comunicação deste histórico para toda a categoria de carne de cordeiro.

A gerente regional do Meat and Livestock Austrália (MLA) nos EUA, Michelle Gorman, disse que o grupo enfrenta desafios significantes de crescimento do consumo de carne de cordeiro em um mercado dominado pelas indústrias de carne bovina, suína e de frango.

"Esta dominância é tão grande que 80% de todos os norte-americanos disseram que não experimentaram carne de cordeiro. O consumo anual de carne de cordeiro nos EUA é de cerca de 0,6 quilos por pessoa, o que representa menos de 1% do consumo de carnes do país, de forma que o desafio é significante. Em comparação, os australianos consomem cerca de 10,2 quilos por pessoa por ano".

"Queremos garantir que a carne de cordeiro esteja alta na consciência dos varejistas, restaurantes e consumidores, e temos as melhores esperanças possíveis de conseguir isso como uma indústria unida, por isso é muito importante a reunião para os produtores australianos".

Os EUA continuam sendo o maior e mais valioso mercado de exportação de carne de cordeiro da Austrália. Na última década, a indústria australiana obteve sucesso mudando sua produção de carne de cordeiro para suprir as necessidades dos consumidores dos EUA e a Austrália foi recompensada por seus esforços com o aumento na participação no mercado.

O próximo desafio da indústria é aumentar o consumo de carne de cordeiro nos EUA. Iniciativas como o Tri-Lamb e o programa de marketing em andamento "Australian Lamb - Fresh, Easy and Delicious" (Carne de cordeiro australiana - Fresca, Fácil e Deliciosa, clique aqui para ler sobre a campanha) estão focados em conseguir este resultado.

A reportagem é do site MeatNews.com.

Avalie esse conteúdo: (5 estrelas)

Envie seu comentário:

3000 caracteres restantes


Enviar comentário
Todos os comentários são moderados pela equipe FarmPoint, e as opiniões aqui expressas são de responsabilidade exclusiva dos leitores. Contamos com sua colaboração. Obrigado.

Quer receber os próximos comentários desse artigo em seu e-mail?

Receber os próximos comentários em meu e-mail

Copyright © 2000 - 2019 AgriPoint - Serviços de Informação para o Agronegócio. - Todos os direitos reservados

O conteúdo deste site não pode ser copiado, reproduzido ou transmitido sem o consentimento expresso da AgriPoint.

Consulte nossa Política de privacidade